Notícia

Cultivar

Premiado trabalho da Embrapa sobre modelagem matemática aplicado ao cálculo do volume de água cinza necessário para diluir defensivos na água

Publicado em 04 dezembro 2012

Por Cristina Tordin

O trabalho Mathematical model to estimate the volume of grey water of pesticide mixtures, desenvolvido pelos pesquisadores Lourival Costa Paraíba, Ricardo Antônio Almeida Pazianotto, Alfredo José Barreto Luiz, Aline de Holanda Nunes Maia e Claudio Martín Jonsson, da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna/SP) foi premiado em primeiro lugar na categoria Profissional no XII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia - Ecotox 2012, realizado entre 25 e 28 de setembro de 2012 em Pernambuco. O Ecotox é um congresso bianual promovido pela Sociedade Brasileira de Ecotoxicologia filiada a Society of Environmental Toxicology and Chemistry (Setac).

Conforme Paraíba, “o trabalho é um modelo matemático que estima o volume de água cinza necessário para diluir, no ambiente, misturas de defensivos na água. A água cinza é um componente da pegada hídrica e, grosso modo, expressa o volume total de água contaminado pelos defensivos usados em uma atividade agrícola, em uma determinada região. Na agricultura, a pegada hídrica expressa o volume total de água envolvido na produção de um produto agrícola”.

O modelo premiado supõe que a água é contaminada pela mistura dos defensivos e usa em seus cálculos valores de concentrações letais dos defensivos em organismos indicadores da qualidade da água (algas, peixes e micros crustáceos). Assim, o modelo calcula o volume total de água que seria necessário para diluir a carga da mistura dos defensivos e manter a água em padrões pré-definidos de qualidade para a vida aquática e para o homem.

Foi ilustrado com a estimativa da água cinza de herbicidas usados em cultivos de cana-de-açúcar para a produção de açúcar e álcool. Como foi estimado pelo modelo que cada defensivo contribui diferentemente para o volume total da água cinza, um resultado prático do modelo seria a confecção de um selo que identificaria na embalagem do defensivos o poder de sua contribuição na produção de água cinza, quando aplicado em um cultivo agrícola. A apresentação foi patrocinada pela Embrapa Meio Ambiente e pela Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapesp) por meio do projeto Alterações Bioquímicas, Hematológicas e Acúmulo em Tilápia pela Exposição a Misturas de Herbicidas da Cultura Canavieira.

No Ecotox 2012 foram discutidos tópicos relacionados à ecotoxicologia, química ambiental e respectivas políticas ambientais ao longo da programação do congresso, propiciando a atualização e a difusão do estado da arte, nas diferentes especialidades, entre os participantes do evento. Participaram deste congresso pesquisadores de instituições de ensino e pesquisa nacionais e internacionais, além de profissionais ligados a órgãos governamentais, a organizações não governamentais e à iniciativa privada, tendo como tema o Desafio da Sustentabilidade, tendo sido apresentados mais de 900 trabalhos científicos por mais de 650 participantes, numa verdadeira demonstração de como a ciência pode contribuir para a solução dos desafios ambientais no Brasil e no mundo.

Embrapa Meio Ambiente