Notícia

Jornal Brasil

Prazos de quatro chamadas de propostas terminam na primeira quinzena de fevereiro

Publicado em 18 janeiro 2016

Quatro chamadas de propostas de pesquisa lançadas pela FAPESP terão seus prazos de submissão encerrados na primeira quinzena de fevereiro.

Os interessados têm até o dia 1º para submeter propostas ao São Paulo Researchers in International Collaboration (SPRINT) e ao 1º Ciclo de Análise de 2016 do Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE); até o dia 5 para participar da segunda chamada com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) para o desenvolvimento do Novo Anel Acelerador Sirius, do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS); e até o dia 12 para enviar projetos à chamada com a University of Texas em Austin (UT Austin).

Na quarta chamada de propostas do SPRINT lançada em 2015, as instituições parceiras da FAPESP que participam são: Australian Technology Network of Universities (ATN), da Austrália; Emory University, University of Miami e University of Michigan, dos Estados Unidos; Imperial College London, University of Bath e University of Southampton, do Reino Unido.

O SPRINT é uma estratégia de organização que consiste no anúncio simultâneo de oportunidades de colaboração internacional com diversos parceiros da FAPESP. Além de promover o engajamento de pesquisadores vinculados a instituições de Ensino Superior ou pesquisa no Estado de São Paulo com pesquisadores parceiros no exterior, o SPRINT tem por objetivo contribuir para o planejamento mais conveniente para as submissões de propostas de mobilidade (seed funding).

A chamada de propostas do SPRINT considera ainda propostas em parceria com pesquisador cuja instituição financiadora não tem acordo vigente com a FAPESP.

A chamada de propostas está publicada em www.fapesp.br/9807.

Já a chamada para a seleção do PIPE é voltada a pesquisadores vinculados a empresas de pequeno porte (com até 250 empregados) com unidade de pesquisa e desenvolvimento no Estado de São Paulo. O valor total disponibilizado para financiar os projetos aprovados é de R$ 15 milhões.

As propostas devem incluir o desenvolvimento de produtos e processos, em todas as áreas do conhecimento, e podem ser realizadas em duas etapas. Para a Fase 1, de demonstração da viabilidade tecnológica do produto ou processo proposto, os recursos aos projetos aprovados chegam a R$ 200 mil, para uso em até 9 meses. Para a Fase 2, o projeto pode receber até R$ 1 milhão, com prazo de até 24 meses.

A chamada de propostas está publicada em www.fapesp.br/9864.

Em relação à chamada com a Finep, o objetivo é apoiar o desenvolvimento de produtos, processos e serviços inovadores para o Novo Anel Acelerador Sirius, do LNLS. Na primeira chamada, 13 empresas foram selecionadas.

Uma das primeiras fontes de luz síncrotron consideradas de 4ª geração, o Sirius é composto por um acelerador síncrotron de 3 GeV e 0.28 nm radiano de emitância. Essa nova fonte terá brilho comparável ou melhor do que todas aquelas em construção ou recentemente construídas nas Américas, Europa e Ásia, permitindo que o Brasil se mantenha competitivo pelos próximos 20 anos.

Os recursos alocados para financiamento no edital são da ordem de R$ 20 milhões – 50% da Finep e 50% da FAPESP. O valor total solicitado para cada proposta poderá ser de até R$ 1,5 milhão.

A chamada de propostas está publicada em www.fapesp.br/9668.

A chamada com a UT Austin é a terceira lançada no âmbito do acordo de cooperação assinado entre a universidade americana e a FAPESP.

O objetivo é fortalecer a colaboração entre pesquisadores da UT Austin e pesquisadores vinculados a instituições de Ensino Superior ou pesquisa no Estado de São Paulo, em todas as áreas do conhecimento.

A FAPESP e a UT Austin financiarão os projetos aprovados em até US$ 30 mil cada uma, por projeto e por ano. Para pesquisadores do Estado de São Paulo, as propostas devem ser submetidas à FAPESP como Auxílio à Pesquisa - Regular.

A chamada de propostas está publicada em www.fapesp.br/call/uta2016.

Fonte Agência FAPESP