Notícia

Esteta

Prazos de duas chamadas de propostas encerram na primeira quinzena de agosto

Publicado em 20 julho 2016

Duas chamadas de propostas de pesquisa lançadas pela FAPESP terão seus prazos de submissão encerrados na primeira quinzena do mês de agosto.

Os interessados têm até o dia 1º para participar do 3º Ciclo de Análise de 2016 do Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) e até o dia 12 para submeter projetos ao Programa de Pesquisa em Caracterização, Conservação, Restauração e Uso Sustentável da Biodiversidade do Estado de São Paulo (BIOTA).

A chamada do Programa PIPE disponibiliza até R$ 15 milhões para o atendimento aos projetos selecionados. As propostas de financiamento devem conter projetos de pesquisa que possam ser desenvolvidos em duas etapas: Fase 1 – demonstração da viabilidade tecnológica de produto ou processo, com duração máxima de nove meses e recursos de até R$ 200 mil; Fase 2 – desenvolvimento do produto ou processo inovador, com duração máxima de 24 meses e recursos de até R$ 1 milhão.

Quando os proponentes já tiverem realizado atividades tecnológicas que demonstrem a viabilidade do projeto podem submeter propostas diretamente à Fase 2.

Podem apresentar propostas pesquisadores vinculados a micro, pequenas e empresas de pequeno porte (com até 250 empregados) com unidade de pesquisa e desenvolvimento no Estado de São Paulo.

As normas de submissão estão disponíveis em fapesp.br/pipe/normas.

A FAPESP divulgará o resultado enviando a cada proponente os pareceres técnicos dos avaliadores. Os pareceres podem ser úteis para o aperfeiçoamento da proposta, seja ela aprovada ou não. Em caso de não aprovação, o proponente poderá aperfeiçoar a proposta, corrigindo as falhas apontadas, e submeter nova solicitação em edital subsequente.

A chamada está disponível na íntegra em fapesp.br/pipe/chamada-3-2016.

Já a chamada do Programa BIOTA tem como objetivo promover o avanço do conhecimento sobre síntese orgânica de produtos naturais bioativos, derivados e análogos, vinculada à investigação de suas atividades biológicas, utilização e potencial de aplicação.

É desejável a proposição de projetos interdisciplinares de Química com Ciências Biológicas e Farmacêuticas, assim como com outras especialidades que possam agregar conhecimento sobre atividades biológicas das moléculas propostas a serem sintetizadas. Espera-se que os projetos promovam a interação com pesquisadores das áreas de química, biologia, farmacologia, farmácia, biotecnologia e afins, quando pertinente.

São elegíveis pesquisadores vinculados a instituições de ensino superior e de pesquisa, públicas ou privadas, no Estado de São Paulo. As propostas devem ser apresentadas nas linhas de fomento Auxílio à Pesquisa – Regular, Auxílio à Pesquisa – Projeto Temático ou Programa Jovens Pesquisadores em Centros Emergentes.

Pesquisadores trabalhando em outros estados ou países (brasileiros ou estrangeiros), interessados na submissão de propostas ao Programa Jovens Pesquisadores, também poderão submeter projetos.

A chamada está disponível na íntegra em fapesp.br/10307.

Agência FAPESP