Notícia

IBahia.com

Prato feito engorda tanto quanto fast-food, diz pesquisa

Publicado em 14 fevereiro 2020

Estudo feito em seis países, inclusive no Brasil, mostra que calorias de refeições típicas estão acima do recomendado

Saúde Estudo feito em seis países, inclusive no Brasil, mostra que calorias de refeições típicas estão acima do recomendado

Com um dos maiores índices de obesidade do planeta, os americanos conquistaram a fama de glutões do mundo. Mas não estão sós. Uma pesquisa realizada em Brasil, China, Finlândia, Índia, Gana e também nos Estados Unidos revelou que 94% das refeições vendidas em restaurantes populares contêm mais quilocalorias do que o recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Quando se trata de abusar do risco de obesidade, estamos juntos. A exceção é a China, cujas refeições têm o tamanho apropriado.

A epidemia causa o efeito cascata de aumento de casos de diabetes do tipo 2, doenças cardiovasculares e câncer. Por restaurantes populares entenda-se aqueles que vendem comida a quilo, pratos feitos, marmitex e sua versão gourmetizada, o prato executivo, explica a coordenadora da pesquisa no Brasil Vivian Suen, do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Realizada com o apoio da Fapesp, a pesquisa mereceu destaque na edição desta semana do prestigioso periódico “British Medical Journal”. O estudo analisou o fast-food, e esse não surpreendeu. Além do pouco valor nutritivo, engorda. Mas a chamada alimentação balanceada do brasileiro de equilibrada nada tem.

Não estamos só comendo pior, mas exageradamente. Muitas vezes um prato considerado saudável pode engordar mais do que o de um fast-food, mesmo tendo valor nutricional maior. A quantidade calórica do prato típico — arroz, feijão, carne e salada — é 33% maior do que a do fast-food, diz Suen. Isso acontece porque a salada ganha a companhia de generosas porções de carboidratos, sejam eles batata, aipim, massas ou farofa. O ovo se junta à carne e esta, de preferência, ainda ganha queijo. Tudo junto e misturado.

Fome e vontade de comer

É na balança que os países se igualam. Seja frango, bode ou carneiro, o destino é a gordura em forma de pneu na barriga, a dita circunferência abdominal que os médicos medem para aferir riscos para o coração.

O brasileiríssimo arroz, feijão, frango, mandioca, salada e pão (841 gramas e 1.656 quilocalorias) corre junto do fufu com carne de bode e sopa (1.105 gramas e 1.151 kcal), um clássico de Gana. O biryani de carneiro (1.012 gramas e 1.463 kcal), comum por toda a Índia, é outra companhia de peso.

Uma pessoa adulta deve ingerir por dia de 2 mil (mulheres) a 2.500 quilocalorias (homens), segundo a OMS. Mas os pratos servidos pelos restaurantes têm, em média, mil quilocalorias. Só no almoço se ingere quase todo o necessário por dia, frisa a pesquisadora. Na verdade, a OMS é até generosa com a ingestão calórica. Para não engordar, as pessoas deveriam ingerir entre 1.500 a 1.800 quilocalorias diárias, observa Suen.

Segundo ela, um almoço normalmente implica de 70% a 120% das necessidades calóricas diárias para uma mulher sedentária, cerca de 2 mil quilocalorias.

O estudo no BMJ analisou o teor calórico de 223 amostras de refeições populares de 111 refeições de restaurantes de Ribeirão Perto (Brasil), Pequim (China), Kuopio (Finlândia), Acra (Gana), Bangalore (Índia).

O resultado dos excessos se vê na balança. Hoje, 54% dos brasileiros estão acima do peso (leia mais no texto ao lado). Vivian Suen e seus colegas estão convencidos de que uma parcela da população confunde fome com vontade de comer. E isso tem explicação.

— Comer é muito bom. Mas muitas vezes comemos mais do que devemos e nem nos damos conta. Nada tem a ver com fome — diz Suen.

Os pesquisadores reconhecem que, muitas vezes, a comida funciona como válvula de escape para as durezas da vida. Fugir do sedentarismo tampouco é fácil em cidades quentes, lotadas, esburacadas e violentas, hostis à prática de atividade física.

— Sabemos que não é fácil. Mas engordar não pode ser opção e comida não é refúgio, pois os problemas aumentam — frisa.

Ao buscar refúgio e prazer na comida em excesso, a pessoa acaba aprisionada pela obesidade. Os mecanismos de compensação bioquímica do cérebro são afetados, e a pessoa perde a noção do exagero e da saciedade. O organismo precisa de cada vez mais alimento para ter a sensação de saciedade. E muitas pessoas têm os mecanismos de saciedade normalmente alterados, um distúrbio que nada tem a ver com força de vontade.

— Obesidade é uma doença. As pessoas precisam ficar atentas a isso, principalmente, se já têm propensão a ganhar peso. O importante é prevenir — destaca a cientista.

O grupo dela da USP de Ribeirão Preto trata pessoas com obesidade mórbida e uma das muitas dificuldades delas é até mesmo se perceberem como gordas.

— Tivemos uma paciente de 300 quilos que só começou a notar que seu peso era excessivo quando perdeu 100 quilos. Foi só aí, com 200 quilos, que ela se viu como obesa — explica.

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
UOL Portal R7 BOL UOL Badalo Petrus News Voz do Cliente Mercedes FM Consórcio Guaicurus Rosenwal Ferreira Rádio Taiamã FM Rádio Guabiruba FM 98,3 Mulher em Movimento Rádio Urbana FM Rádio Tchê Jornal Cristão Relevante News Saúde Gaúcha Rotary Club (Juazeiro do Norte, CE) MancheteNet Bahia em Revista Portal Santa Izabel Instituto de Saúde Coletiva - Universidade Federal da Bahia HealthUnlocked (Reino Unido) Diário de Taubaté online TV Cete Portal do Brejo Jornal Tijucas Rondônia Mídia Projeto Brasil Sem Alergia Jornal NTA - Notícias Trevo Sul Época Negócios online Repórter Cuiabá Repórter Fortaleza Repórter Porto Alegre Ecologia Médica Marília em Destak Head Topics (Brasil) Resende News Univates - Unidade Integrada Vale do Taquari de Ensino Superior Jornal Correio do Povo do Paraná Online Candeias Notícias MS News Band Portal Ribeirão Preto Portal Abrantes Sete Lagoas S/A Sintonia de Rondônia Estação FM 104,9 O Rondoniense Diário Central online Portal OKariri Dias D'ávila Agora JN Hoje Portal ES Tudo Tudo Rádio Onda Sul FM 94,9 Rádio Itatiaia Info na VWeb Blog do Louro Magalhães Jornal Gazeta do Estado RedeNotícia CAPCS - Centro de Apoio a Pesquisa no Complexo de Saúde da UERJ eCycle O Bom da Notícia Canedo Enfoque BML Patologia Rádio Cidade (RS) Leia Mais RBR Notícias Ultradicas Repórter Delmiro Repórter Coruripe Repórter Murici Plena Jataí Repórter Maceió Repórter Olho d'Água das Flores Repórter Garanhuns Notícia Plus TV Cariri Medical Ilhotas Olá, Serra Gaúcha! Portal Correio do Agreste MS News SAPO Notícias (Moçambique) Badalo SAPO Notícias (Cabo Verde) Dourados News MSN Casa dos Médicos Rondônia ao Vivo SABOREIE.com online Rádio Jornal Vitória News Estação FM 104,9 Rádio Itatiaia Portal Abrantes MancheteNet ARede CGN Portal Agora no RS Gazeta do Cerrado A Gazeta Web Jornal Cristão Studio Max TV Minas Hoje MS em Dia Diário Arapiraca Click3 Em Tempo (Manaus, AM) online Acorda Cidade O Estado RJ online O Tempo (Contagem, MG) online Atmosfera online Portal Bem Minas Leitura de bordo Petrus News Rosenwal Ferreira Revide Jornal Preliminar Diárioi Nominuto.com Agora RN online Bem Paraná online Hoje em Dia online Diário Central online Bocão News Saúde Gaúcha RIC Mais DHoje Interior online Jornal de Jundiaí online Diário Regional (Juiz de Fora, MG) online Multisom Ubaense 104.1 FM Voz do Cliente Bonde JMais Todo Dia (Americana, SP) online TV Jornal A Redação (Goiânia, GO) Parahybano MS na Mídia TN Online Catve Santa Portal Diário de Pernambuco online Mundo Positivo LinkedIn (EUA) MD Clínica Cirúrgica Rádio Itatiaia Tyrannus Melancholicus Saúdeinevidência Portal O Norte No Ar Notícias Portal Mangabeira Revista Ecológico online Cristiano Lima Cariri em Ação O Sul online Roraima 1 Centro Clínico Gaúcho Vaaju Política em Evidência Portal Salvador Dez BN - Bahia Notícias CDL FM 102,9 Farrapo Sabor da Cidade Guia Gaia NN1 Outline (EUA) Censanet JD1 Notícias Jornal Daki Xanxerê FM SuperAcesso Bangu ao Vivo Novo Dia Notícias Claudio Pinheiro Aguiar Sabes Prev Rádio Som das Águas FM 98,3 Rádio Ativa FM 99,7 Rádio Princesa FM Rádio Colon AM 1090 Noticiadaki Rádio Biguaçu Metrô FM Rádio Canavial Rádio Sempre RCI Rádio Ibiaçá Rádio Emanuel Nova Onda Folha Central Rádio A Voz FM Canal Nutrição Coros Saúde GS News FMRP-USP Metrô FM Noticiadaki RolimNotícias Folha Central Rádio Sempre RCI Folha da Cidade Rádio Ibiaçá Rádio A Voz FM Nova Onda Rádio Sempre RCI