Notícia

SEGS Portal Nacional de Seguros & Saúde

PPG em Ciência da Computação chega ao centésimo mestrado

Publicado em 09 dezembro 2014

O Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação da Unesp chega à sua centésima defesa de dissertação de mestrado. Em seu nono ano de existência, o programa comemora o importante número de alunos que finalizaram esta etapa, contribuindo para a história do programa e para o fazer científico produzido na universidade.

Com início das atividades em 2006, o Programa que contava com 17 docentes, hoje mantém 23 credenciados, todos da Unesp, sendo 11 do câmpus de Rio Preto, 8 do câmpus de Bauru e 4 do câmpus de Rio Claro.

Concentrado na área de Computação Aplicada, mantém quatro linhas de pesquisa: Arquitetura de Computadores e Sistemas Distribuídos, Engenharia de Software e Banco de Dados, Processamento de Imagens e Visão Computacional e Matemática e Inteligência Computacional.

Além dos atrativos curriculares, ao ingressar no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, o aluno pode contar com bolsas de mestrado oferecidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), pela Reitoria da Unesp, além de bolsas de agências de fomento como Fapesp e CNPq, oferecidas pelos docentes credenciados ao programa; em 2012 o número de bolsistas foi recorde, 29, o mesmo número de alunos ingressantes.

Atualmente, o Programa oferece muitas vagas para ingresso. Para 2015, serão ofertadas 48 vagas, sendo que o aluno brasileiro deve apresentar, obrigatoriamente, ao menos uma nota no Poscomp, Exame Nacional para Ingresso na Pós-Graduação em Computação, obtida nos últimos três anos. A boa procura pelo curso, aliada à exigência de um desempenho mínimo no Exame, tem permitido a seleção de ótimos alunos.

A centésima defesa foi dia 5/12/2014, com o trabalho do aluno Rodrigo Martins da Conceição, intitulado: ?Implementação e avaliação do protocolo µTesla: proposta de uso nas redes veiculares?; o trabalho foi orientado pela professora Renata Spolon Lobato e co-orientado pelo professor Aleardo Manacero Junior, ambos docentes do Departamento de Ciência de Computação e Estatística da Unesp de São José do Rio Preto.

FONTE/AUTOR: UNESP