Notícia

O Estado de S. Paulo

Posição brasileira tem baixo custo e grandes dividendos

Publicado em 30 novembro 2012

Por Roberto Simon
O Brasil tinha pouco a perder e muito a ganhar com o forte apoio à reivindicação palestina na ONU. Do lado dos israelenses e americanos, os ânimos estavam menos exaltados ontem do que em setembro de 2011, quando os palestinos pleitearam o reconhecimento pleno no Conselho de Segurança. Desta vez, Israel e EUA sabiam que perderiam de lavada na Assembleia-Geral e optaram por um lobby bem mais discreto na base da "contenção de danos". Do lado do mundo islâmico - espaço estratégico da chamada "política Sul-Sul" do Itamaraty -, o Brasil [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.