Notícia

AgroAgenda

Pós-Graduação IAC recebe inscrições até o dia 31 de outubro

Publicado em 26 outubro 2011

O Instituto Agronômico (IAC), de Campinas, está com inscrições abertas para o curso de mestrado "strictu sensu" na Pós-Graduação em Agricultura Tropical e Subtropical IAC até o dia 31 de outubro de 2011. O Instituto receberá as inscrições no site www.iac.sp.gov.br, no link Pós-Graduação. A entrega da documentação exigida deve ser feita na Sede do Instituto, localizado na Av. Barão de Itapura, 1.481, Campinas, das 8h às 16 horas.

A seleção será realizada nos dias 16, 17 e 18 de novembro de 2011. Serão analisados a documentação apresentada, currículo, prova escrita específica da área de concentração e entrevista. Os resultados serão divulgados no dia 9 de dezembro deste ano, no site do IAC.

A Pós-Graduação IAC é dividida em três áreas de concentração: Gestão de Recursos Agroambientais, Melhoramento Genético Vegetal e Tecnologia da Produção Agrícola. Referendado pela CAPES, o curso objetiva formar pesquisadores, docentes e profissionais especializados, em nível de mestrado, desde 1999.

O curso de Pós-Graduação em Agricultura Tropical e Subtropical IAC passou a ter nota 5 a partir da última avaliação trienal dos Programas de Pós-Graduação de todo o Brasil, em todas as áreas do conhecimento, realizada pela CAPES. De acordo com a coordenadora da Pós-Graduação IAC, Adriana Parada Dias Silveira, a PG-IAC poderá atingir, nas próximas avaliações, nota 6 ou 7, já que agora conta também com o curso de doutorado, iniciado em 2009. "Alunos da PG-IAC contam com bolsas de estudos junto a financiadoras como CAPES, Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo (FAPESP), CNPq e iniciativa privada", afirma a pesquisadora do IAC, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo.

Em todos os critérios avaliados o Programa de Pós-Graduação em Agricultura Tropical e Subtropical do IAC recebeu o conceito 5. São eles: estruturação, objetivos, áreas de concentração, corpo docente, titulação, aprimoramento e experiência, dedicação às atividades de pesquisa e de formação do Programa.Também foram analisados o corpo discente, as teses e dissertações em seus aspectos de qualidade e quantidade e a produção intelectual, considerando-se a participação de professores e alunos. A CAPES avaliou, ainda, a inserção social das pesquisas e impacto regional e nacional do Programa de Pós-Graduação.

O curso de Pós-Graduação do IAC tem como o objetivo formar pesquisadores, docentes e profissionais especializados no universo na agricultura tropical e subtropical. O curso tem duração de dois anos, com disciplinas obrigatórias e optativas. Ao final, o aluno deve apresentar uma dissertação.

Os interessados devem ter formação em engenharia agronômica, biologia ou em outros cursos que desenvolvam atividades relacionadas às áreas agrícola e ambiental.

Alunos de fora

O caráter prático dos cursos oferecidos na PG-IAC atraem estudantes não só do Estado de São Paulo, mas também de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Piauí e até mesmo Amazonas. É o caso da alunas Rafaely das Chagas Limeira, de 29 anos, formada pela universidade Federal do Amazonas (UFAM). "Eu queria conhecer outra instituição, ter professores diferentes com conhecimentos distintos, ter outras visões", conta.

Khalil de Menezes Rodrigues é outro exemplo. Graduado em agronomia, se tornou mestre na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e veio para Campinas cursar doutorado. "Vim para Campinas pela possibilidade de desenvolver um projeto na área de geoestatística e pela oportunidade de estudar no Instituto Agronômico", afirma.

Fonte: IAC / Carla Gomes