Notícia

Planeta Universitário

Pós-doutorado em Síntese Orgânica com Bolsa da FAPESP

Publicado em 13 dezembro 2016

O Centre of Excellence for Research in Sustainable Chemistry (CERSusChem), apoiado por FAPESP e GSK, no âmbito do Programa Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE), oferece uma oportunidade de Pós-Doutorado em Síntese Orgânica. O bolsista integrará a equipe de pesquisadores do CERSusChem, localizado no Departamento de Química da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). O prazo de inscrição encerra em 31 de dezembro. Os candidatos devem possuir título de Doutor obtido há no máximo sete anos, no país ou no exterior, e experiência comprovada no desenvolvimento de reações realizadas em regime de fluxo contínuo e/ou fotocatálise.

Experiência direta em preparação de moléculas bioativas será considerada um adicional.

O pesquisador selecionado investigará novas metodologias para síntese e funcionalização de sistemas heterocíclicos sob condições fotoquímicas em regime de fluxo contínuo.

As inscrições serão recebidas exclusivamente por e-mail. Os interessados deverão enviar currículum vitae resumido, incluindo trabalhos publicados que atestem a capacidade de realização do projeto, em formato PDF, para Marcio W. Paixão, pesquisador principal do projeto, no endereço cersuschem@ufscar.br.

A oportunidade está publicada em www.fapesp.br/oportunidades/1348/.

O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 6.819,30 mensais e Reserva Técnica. A Reserva Técnica de Bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso o bolsista de PD resida em domicílio diferente e precise se mudar para a cidade onde se localiza a instituição-sede da pesquisa, poderá ter direito a um Auxílio-Instalação.

Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em fapesp.br/bolsas/pd.

Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades.

Agência FAPESP