Notícia

RedeNotícia

Pós-Doutorado em Oceanografia na USP com Bolsa da FAPESP

Publicado em 13 maio 2015

Agência FAPESP - O Projeto Temático Biodiversidade e funcionamento de um ecossistema costeiro subtropical: subsídios para gestão integrada, apoiado pela FAPESP no âmbito do Programa BIOTA-FAPESP, dispõe de uma oportunidade de Pós-Doutorado.

 

A oportunidade está disponível no Laboratório de Sedimentologia do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (USP). A data-limite para inscrições é 17 de maio de 2015.

 

O gerenciamento costeiro tem como meta integrar interesses econômicos, sociais e ambientais e buscar a sustentabilidade dessas regiões. O Projeto Temático tem como objetivo realizar uma pesquisa integrada, para entender como uma região costeira funciona em termos sistêmicos, considerando processos físicos, biológicos e sociais, como circulação, transporte de sedimentos, interações tróficas, fluxos de materiais e energia, produção e dinâmica pesqueira, entre outros.

 

O Temático considera a Baía do Araçá, em São Sebastião, SP, como modelo de estudo que poderá ser transposto para outras regiões. A baía tem grande importância ecológica e registra intensas transformações antrópicas, incluindo a expansão de um porto, o vertido de matérias na linha de costa e dragagens.

 

O projeto está estruturado em 11 módulos integrados. O bolsista de pós-doutorado atuará no módulo relativo à dinâmica sedimentar subprojeto Dinâmica sedimentar da Baía do Araçá (SE Brasil): análise dos processos naturais e impactos antrópicos aplicada ao gerenciamento costeiro.

 

O objetivo da pesquisa é caracterizar a atual dinâmica sedimentar, incluindo suas mudanças sazonais, a relação com os processos hidrodinâmicos e o controle geomorfológico, o impacto das modificações humanas nessa dinâmica durante as últimas décadas e a prognose do comportamento sedimentar da baía em diferentes cenários futuros (variações climáticas naturais e mudanças climáticas, subida de nível do mar, mudanças nas atividades antrópicas na região).

 

O candidato deve ter experiência comprovada na área de dinâmica sedimentar costeira, com ênfase em praias, estuários e ambientes de maré, assim como também conhecimentos de geomorfologia costeira, geofísica marinha aplicada, hidrodinâmica costeira, riscos naturais e gerenciamento costeiro. Os candidatos devem ter titulação de doutor e enviar curriculum vitae, carta de interesse e os nomes e informações de dois contatos para referência para Javier Alcantara (javier.alcantara@usp.br), co-supervisor da pesquisa.

 

A oportunidade está publicada em: http://fapesp.br/oportunidades/829. A vaga está aberta a brasileiros e estrangeiros.

 

O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 6.143,30 mensais e Reserva Técnica. A Reserva Técnica de Bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

 

Caso o bolsista de PD resida em domicílio diferente e precise se mudar para a cidade onde se localiza a instituição sede da pesquisa, poderá ter direito a um Auxílio-Instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em www.fapesp.br/bolsas/pd.

 

Outras vagas de Bolsas de Pós-Doutorado, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, emwww.fapesp.br/bolsas/oportunidades.