Notícia

SIS Saúde

Pós-doutorado em micotoxinas em alimentos com Bolsa da FAPESP

Publicado em 23 fevereiro 2012

O Projeto Temático "Avaliação de Adutos AFB1-lisina e AFB1-N7-guanina como Biomarcadores de Exposição Humana e Animal às Aflatoxinas", apoiado pela FAPESP, oferece oportunidade de pós-doutoramento com Bolsa da Fundação.

O projeto é coordenado pelo professor Carlos Augusto Fernandes de Oliveira na Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo em Pirassununga.

A bolsa de pós-doutorado se destina a estudos visando à síntese de padrões de adutos de aflatoxina B1 (AFB1-lisina e AFB1-N7-guanina), bem como de padrões internos isotópicos AFB1-N7-15N5-guanina e 5,5,6,6-D4-L-Lisina-AFB1, para uso em determinações analíticas para avaliar a exposição a aflatoxinas por meio de alimentos.

Segundo Oliveira, as etapas de preparação dos compostos intermediários e padrões de interesse serão feitas de acordo com dois procedimentos, os quais serão testados avaliando-se o custo, rendimento e pureza dos compostos finais, para adequação do processo de síntese e produção dos padrões.

O candidato à bolsa deverá ter preferencialmente doutorado em química orgânica e apresentar sólida formação em síntese e caracterização de compostos orgânicos.

O pesquisador selecionado deverá atuar em todas as etapas previstas de produção dos compostos intermediários, assim como na purificação e determinação do grau de pureza dos padrões analíticos de AFB1-adutos, sendo também desejável experiência na identificação dos compostos de interesse por espectrometria de massas, infravermelho e ressonância magnética nuclear.

Os interessados deverão enviar ao professor Oliveira (carlosaf@usp.br), até o dia 24 de fevereiro de 2012, as seguintes informações (em formato PDF): a) carta contendo breve relato de sua experiência e motivações para candidatura à bolsa; b) curriculum vitae; c) duas cartas de recomendação.

A vaga, com duração de dois anos, está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP (no valor de R$ 5.333,40 mensais) e Reserva Técnica. A Reserva Técnica de Bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

O bolsista de PD, caso resida em domicílio diferente e precise se mudar para a cidade onde se localiza a instituição sede da pesquisa, poderá ter direito a um Auxílio Instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em www.fapesp.br/bolsas/pd.

Outras vagas de Bolsas de Pós-Doutorado, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em www.oportunidades.fapesp.br.

Autor: Redação

Fonte: Agência FAPESP