Notícia

Revista Amazônia

Pós-doutorado em Genômica e Bioinformática com Bolsa da FAPESP

Publicado em 15 setembro 2017

O Laboratório Especial de Toxinologia Aplicada do Instituto Butantan oferece uma Bolsa de Pós-Doutorado em Genômica e Bioinformática com Bolsa da FAPESP. O prazo de inscrição se encerra no dia 22 de setembro de 2017.

A vaga está vinculada ao Projeto Temático “Escalas da biodiversidade – estudos integrados da evolução e função do veneno de serpentes”, vinculado ao Programa BIOTA da FAPESP e coordenado pelo professor Inácio Junqueira de Azevedo.

As pesquisas desenvolvidas no âmbito do projeto envolvem geração e análise de dados transcriptômicos de glândulas orais de serpentes brasileiras, atuação no dry-lab na identificação e comparação dos níveis de expressão dos genes de toxinas e sua correlação com a diversificação dos grupos filogenéticos estudados. O bolsista selecionado também auxiliará na wet-lab do projeto (extração de RNA, preparo de bibliotecas, sequenciamento em sistema Illumina).

São pré-requisitos para a vaga: título de doutor em área correlata ao projeto; comprovada experiência em projetos envolvendo análise transcriptômica por métodos de nova geração (RNAseq); domínio do uso de ferramentas bioinformáticas para análise de dados transcriptômicos, incluindo montadores De Novo e ferramentas de quantificação da expressão gênica.

É desejável que os candidatos tenham capacidade de desenvolver ferramentas e scripts bioinformáticos em sistema Linux, conhecimentos acerca de venenos e toxinas animais e/ou evolução de famílias gênicas.

Os interessados devem enviar e-mail para biodiversity.scales@butantan.gov.br, contendo curriculum vitae, carta de apresentação justificando o interesse na vaga e contatos (nome, instituição, telefone e e-mail) de dois a três pesquisadores que possam dar informações sobre o candidato.

A oportunidade está publicada em

A vaga está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 7.174,80 mensais e Reserva Técnica. A Reserva Técnica de Bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso o bolsista de PD resida em domicílio diferente e precise se mudar para a cidade onde se localiza a instituição-sede da pesquisa, poderá ter direito a um Auxílio-Instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em fapesp.br/bolsas/pd.

Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em fapesp.br/oportunidades.

Agência FAPESP