Notícia

Revista Amazônia

Pós-doutorado em experimento do LHC com Bolsa da FAPESP

Publicado em 29 maio 2017

Agência FAPESP – O Centro de Pesquisa e Análise de São Paulo (SPRACE) abriu duas posições de pós-doutorado com Bolsa da FAPESP para trabalhar no experimento Compact Muon Solenoid (CMS) do LHC. O SPRACE tem apoio da FAPESP.

A equipe de pesquisa do Centro está envolvida em dois grupos de análise de dados do CMS: Física Exótica (além do modelo padrão) e Física de Íons Pesados. Além das atividades de análise de dados do experimento, o SPRACE opera uma unidade computacional do World Wide LHC Computing Grid (WLCG) e é responsável pela implementação de uma infraestrutura de rede estadual, o GridUnesp, que atende a mais de 50 grupos de pesquisa de diferentes comunidades científicas.

A equipe SPRACE também está envolvida na pesquisa e desenvolvimento do projeto, simulação e construção da prova de conceito da eletrônica de aquisição de dados do subsistema de traços do experimento CMS.

Espera-se que os candidatos selecionados assumam um papel de liderança nas atividades de análise de dados do SPRACE, ajudem a cumprir as responsabilidades na colaboração, participem da pesquisa e desenvolvimento para o upgrade do CMS, interajam com diferentes grupos de Física de Altas Energias em todo o mundo, viajem regularmente a Genebra para trabalhar no CERN e co-orientem os estudantes do projeto em todos os níveis (iniciação científica, mestrado e doutorado).

Os candidatos devem ter doutorado em Física Experimental de Altas Energias. Uma experiência anterior em um dos experimentos do LHC é um fator importante para a escolha. Deverão ter também capacidade de realizar pesquisas independentes em Física de Altas Energias e realizar análises físicas relacionadas aos interesses do grupo SPRACE.

Espera-se que os candidatos possuam forte motivação para participar de projetos desafiadores e desenvolver ativamente um programa de pesquisa em análise física, experiência em análise de dados de Física de Altas Energias, interesse em instrumentação, capacidade de trabalhar de forma compartilhada e produtiva em uma equipe multidisciplinar, bem como excelentes habilidades de comunicação.

As posições têm duração inicial de dois anos, podendo ser prorrogadas por mais dois anos, dependendo dos resultados da avaliação realizada pela FAPESP.

Os candidatos devem enviar e-mail contendo carta de candidatura, currículo de experiência de trabalho e pelo menos duas cartas de recomendação ao professor Sérgio F. Novaes (Sergio.Novaes@cern.ch), pesquisador responsável pelo projeto.

O prazo das inscrições termina em 31 de maio de 2017. A oportunidade está publicada em: fapesp.br/oportunidades/1508. As vagas estão abertas a brasileiros e estrangeiros. Os selecionados receberão Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 6.819,30 mensais e Reserva Técnica. A Reserva Técnica de Bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso o bolsista de PD resida em domicílio diferente e precise se mudar para a cidade onde se localiza a instituição-sede da pesquisa, poderá ter direito a um Auxílio-Instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em fapesp.br/bolsas/pd.

Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em fapesp.br/oportunidades.

Agência FAPESP