Notícia

Jornal da Tarde

Portais tomam conta de sua saúde na Web

Publicado em 09 março 2000

Já são 600 os websites de língua portuguesa com informações médicas, notícias, chats, e dicas de nutrição. A tendência são os sites que abrangem toda a América Latina. A saúde também encontrou seu espaço na Internet. Por ser um setor que pode oferecer bons serviços on-line está chamando a atenção dos investidores, já que bons serviços, a gente sabe, têm futuro garantido na Web. Segundo a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), já são quase 600 sites e portais em português no Brasil, registrados somente com domínio terminados em med.br. Os serviços desses portais englobam noticias, debates, entrevistas, chats, compras e até consultas on-line, com especialistas de diversas áreas da saúde. De acordo com o Departamento de Comércio dos Estados Unidos, até 2003 a Internet terá mais de 60 milhões de consumidores que falam português e espanhol. É com base nesse potencial de consumo que dois grandes portais latino-americanos de saúde, o Salutia.com (www.salutia.com) e o MedicoUno (www.medicouno.net), criaram a companhia Salutia MedicoUno Network. O portal tem conteúdo local e regional para as comunidades da América Latina e para os latinos que vivem nos Estados Unidos. Sebastian Popik, um dos fundadores e CEO da companhia, diz que a indústria de atendimento à saúde está em crescimento explosivo e vai movimentar negócios em torno de US$ 200 bilhões só na América Latina nos próximos anos. No Brasil, o gasto per capita com medicamentos e outros serviços com médicos chega a US$ 291, com uma movimentação anual de US$ 46 bilhões. Para participar desse bolo, um time de 30 empreendedores brasileiros, liderados pelo empresário Armando Klabin, do conselho de administração das indústrias Klabin, investiu US$ 30 milhões no portal Planeta Vida (www.planetavida.com.br), dedicado à saúde e dirigido ao público leigo. O portal contém noticias e dicas sobre nutrição, família, estética, prevenção de doenças e sexualidade, mas vai comercializar medicamentos, cosméticos e seguros, em breve. Para este mês está prevista a estréia do MedCenter (www.medcenter.com.br), projeto de US$ 80 milhões na AL. A empresa MedCenter comprou os serviços brasileiros MedReporter, MedStudents, MedLivros e o Odontologia para enriquecer o portal. (LC.M.)