Notícia

Jornal da USP online

Poli sedia o mais novo Cepid

Publicado em 14 dezembro 2015

A Escola Politécnica é sede do novo Centro de Pesquisa para a Inovação em Gás Natural, lançado no dia 1º de dezembro, em cerimônia realizada na sede da Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo (Fapesp).

O centro conta também com o apoio da empresa BG Brasil, que atua nas áreas de exploração e produção de óleo e gás e de gás natural liquefeito. O novo Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid), que é o 18º mantido pela fundação, tem como objetivo a investigação sobre o uso atual e futuro do gás natural, de forma a aumentar sua participação na matriz energética e mitigar as emissões de gases de efeito estufa nas próximas décadas.

Coordenado pelo professor Júlio Meneghini, do Departamento de Engenharia Mecânica da Escola Politécnica, e pelo gerente de Projetos Ambientais do BG Group, Alexandre Breda, o centro contará com investimentos da Fapesp da ordem de R$ 27 milhões e, da BG Brasil, no valor de R$ 30 milhões. Cabe à USP uma contrapartida na forma de apoio institucional e administrativo aos pesquisadores envolvidos.

Para o presidente da Fapesp, José Goldemberg, trata-se de um marco da participação brasileira no que ele chamou de “revolução energética global”. “O mundo vive uma revolução que deve culminar no amplo desenvolvimento de fontes renováveis de energia, mas nós ainda não chegamos lá”, declarou.

“O centro contribuirá para tornar a matriz energética brasileira, em particular a paulista, ainda mais alinhada às políticas que propiciem uma substancial diminuição das emissões de gases de efeito estufa”, destacou o diretor científico da Fapesp, Carlos Henrique de Brito Cruz.

AGÊNCIA USP DE NOTÍCIAS (com informações da Assessoria de Comunicação da Fapesp e da Acadêmica Agência de Comunicação)