Notícia

IG

Poeira de menos

Publicado em 13 junho 2006

Agência FAPESP
São Paulo

Como a tecnologia avançou bastante nas últimas décadas, é natural que os astrônomos estiquem o olhar para além da galáxia onde está a Terra. Mas observações feitas nas Nuvens de Magalhães, duas galáxias anãs irregulares satélites da Via Láctea, trouxeram mais dúvidas do que o esperado.
O estudo feito sobre uma supernova jovem, criada pela explosão de uma estrela supermassiva há apenas mil anos, mostrou o mesmo problema já detectado na Via Láctea: existe poeira de menos nesse corpo celeste.