Notícia

Info Energia

Pilulas energéticas

Publicado em 23 setembro 2011

São Paulo, 23/09/2011 - -Os ministros Edison Lobão (Minas e Energia), Ideli Salvati (Relações Institucionais) e Nelson Barbosa (ministro interino da Fazenda) se reuniram pela segunda vez com os líderes da base aliada do Congresso Nacional para rediscutir a proposta do governo para a partilha dos royalties do pré-sal. O encontro foi realizado na tarde desta terça-feira (20), no Ministério de Minas e Energia. Durante o encontro, o governo se posicionou de forma contrária às três propostas apresentadas pelos parlamentares sobre a nova distribuição dos royalties do petróleo e reiterou sua posição de que seja adotado o Projeto de Lei 8.051/2010.

-Edison Lobão, que conduziu a reunião, foi enfático ao afirmar que o governo federal já apresentou uma alternativa. "A União está disposta a reduzir sua participação de 30% para 20% na distribuição dos royalties. Agora, os Estados produtores e os não produtores precisam chegar a um consenso", disse. Para Ideli Salvati, o Congresso não pode deixar que o a decisão chegue ao Supremo Tribunal Federal.

-As empresas Central Eólica Trairí S/A, Central Eólica Fleixeiras S/A, Central Eólica Mundaú S/A e Central Eólica Guajirú S/A foram autorizadas a se estabelecerem como produtoras independentes de energia elétrica para implantar e explorar usinas eólicas, localizadas no município de Trairí, no Ceará.A decisão foi tomada durante reunião da diretoria da última terça-feira (20/09). A usina Trairí possuirá 25,3 megawatts (MW) de capacidade instalada, enquanto as outras três terão 30 MW de potência cada.O Banco de Dados de Geração (BIG) da ANEEL registrou até ontem, a existência de 991 agentes produtores independentes de energia elétrica autorizados pela Agência.

-O presidente da Eletrobras CGTEE, Sereno Chaise defende a manutenção do carvão na matriz energética para o equilíbrio do Sistema, observando que a falta de chuvas ou ventos podem comprometer a geração de energia hidrelétrica ou eólica. Ao adotar os equipamentos necessários para proteger o meio ambiente, a energia termelétrica pode contribuir em grande medida com o sistema energético brasileiro. Sereno destaca ainda a importância do carvão na geração de emprego e renda por sua abundância e fácil extração no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

-A FAPESP e a ETH Bioenergia realizarão cerimônia de assinatura de acordo de cooperação para pesquisa entre as instituições no dia 26 de setembro, na sede da FAPESP. O evento terá início às 10h, com abertura da cerimônia e assinatura do acordo, com a presença de Celso Lafer, presidente da FAPESP, José Carlos Grubisich, presidente da ETH Bioenergia, Carlos Eduardo Calmanovici, diretor do Departamento de Inovação e Tecnologia da ETH Bioenergia, e Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da FAPESP.Às 10h20 será feito o anúncio da primeira chamada de propostas de pesquisas no âmbito do acordo.

-Durante as discussões sobre as perspectivas e oportunidades para a viabilidade e competitividade do biodiesel no Brasil, o pioneiro das pesquisas sobre o tema, o pesquisador Expedito Parente, que faleceu na última terça-feira, 13 de setembro, aos 71 anos, foi lembrado e homenageado pelos palestrantes de um seminário nacional sobre o biodiesel realizado pela Embrapa. Parente é conhecido como o "pai do biodiesel" por ter desenvolvido o método de produção de biodiesel e submetido uma patente ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), em 1980. Três anos depois, teve garantida a primeira patente no mundo para um processo de produção em escala industrial de biodiesel e foi consultor informal do ex-presidente Lula na concepção e lançamento do PNPB.

Equipe Infoenergia