Notícia

MSN

Peugeot e Fapesp irão criar centro de produção de motores a biodiesel

Publicado em 14 novembro 2012

SÃO PAULO – Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e Peugeot Citroën assinaram na última terça-feira (13), um acordo de cooperação para apoio à pesquisas científicas para a criação de um Centro de Pesquisas em engenharia voltado ao desenvolvimento de motores movidos a biodiesel.

Além de motores, as duas instituições irão pesquisar outros temas ligados a veículos híbridos, redução de consumo e  emissões de gases além de estudar os impactos e viabilidade econômica e ambiental deste tipo de energia sustentável.

O acordo vai durar dez anos, sendo que está previsto um aporte financeiro de até R$ 1,6 milhão anualmente. Cada uma das instituições participará com metade deste valor.

Redução das emissões

Um dos objetivos do novo centro será desenvolver motores que atendam às regulamentações de reduções de poluição.

Na Europa, a Comissão Europeia estabeleceu que em 2015 a média das emissões de CO2 (dióxido de carbono) pelos veículos leves em circulação deverá cair dos atuais 135 gramas por quilômetro e para 95 gramas até 2020.

No Brasil ainda não há uma regulamentação específica. Segundo a Fapesp, um decreto de lei está em vias de ser assinado e deverá estabelecer que até 2017 os veículos de passageiros novos vendidos no País deverão diminuir suas emissões de CO2 das atuais 174 para 154 gramas por quilômetro. Em 2020 a meta deverá chegar a 135 gramas.

Por InfoMoney, InfoMoney