Notícia

UNOESTE - Universidade do Oeste Paulista

Pesquisas foram apresentadas em simpósio no Alasca

Publicado em 05 outubro 2010

A professora do curso de Medicina Veterinária da Unoeste, Inês Cristina Giometti apresentou pesquisas no 8º Simpósio Internacional de Reprodução de Ruminantes, realizado recentemente no Alasca, Estados Unidos. Inês esteve acompanhada da aluna da graduação na Universidade, Patrícia de Mello Papa e do docente da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Botucatu (SP), Frederico Ozanam Papa, que participaram da produções.

A professora da Unoeste explicou que os estudos "Criopreservação de espermatozóides bovinos obtidos da cauda de epidídimo utilizando diferentes diluidores" e "Criopreservação de espermatozóides da cauda do epidídimo bovino armazenados a 5º C por 24 horas", testaram protocolos de congelação de espermatozóides de epidídimo de animais que já morreram. "O principal objetivo era melhorar o aproveitamento de animais de alto valor genético".

O "Uso de eCG e EB em protocolos de sincronização para inseminação artificial em tempo fixo em bovinos" foi desenvolvido em parceria com a docente Caliê Castilho, do Programa de Mestrado em Ciência Animal da Unoeste. "A pesquisa testou diferentes protocolos de sincronização de ciclo estral para inseminação artificial em tempo fixo em ovinos", completou Inês.

Para ela, eventos científicos deste porte, além de divulgar o nome da Universidade, atualiza o conhecimento e consolida parcerias com outras instituições. As pesquisas e a viagem foram financiadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).