Notícia

RedeNotícia

Pesquisas em Unidades de Conservação serão selecionadas

Publicado em 15 setembro 2017

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), por intermédio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a FAPESP e demais fundações estaduais de amparo à pesquisa (FAPs) lançaram a chamada CNPq/ICMBio/FAPs Nº 18/2017.

A chamada tem por objetivo apoiar projetos de pesquisa interdisciplinares que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a formação de recursos humanos relacionados ao manejo, uso sustentável e conservação da biodiversidade e à proteção do patrimônio cultural e dos recursos naturais em Unidades de Conservação federais e seu entorno nos biomas Caatinga e Mata Atlântica, fortalecendo a inserção das Unidades de Conservação no desenvolvimento regional.

Ao todo, serão investidos cerca de R$ 4 milhões em recursos financiados pelo ICMBio, provenientes da Compensação Ambiental do Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional e da Compensação Ambiental do Gasoduto Cacimba-Catu. O valor destinado a cada proposta poderá ser de até R$ 200 mil. As propostas aprovadas na chamada poderão ser financiadas com recursos oriundos das FAPs, também até o valor máximo de R$ 200 mil.

Pesquisadores interessados vinculados a Instituições de Ensino Superior ou Pesquisa do Estado de São Paulo devem seguir as orientações do CNPq ( https://goo.gl/3tEw1Q ), bem como as descritas na chamada publicada pela FAPESP ( www.fapesp.br/11223 ).

Os projetos de pesquisa deverão contemplar uma ou mais Unidades de Conservação da Caatinga (Linha 1) ou uma ou mais Unidades de Conservação da Mata Atlântica (Linha 2), com o intuito de beneficiar, entre outros, pesquisadores, estudantes, educadores, técnicos, comunidades locais, gestores de Unidades de Conservação e formuladores de políticas públicas.

As inscrições estarão abertas até 6 de outubro de 2017.

A submissão de propostas será pela Plataforma Integrada Carlos Chagas ( http://carloschagas.cnpq.br ).

Na FAPESP, as propostas tramitarão segundo as normas e orientações de Auxílio à Pesquisa – Regular.

As propostas a serem apoiadas deverão ter seu prazo máximo de execução estabelecido em 36 meses.

A chamada está publicada em: www.fapesp.br/11223.