Notícia

NE10

Pesquisadores encontram o mais antigo ninho de ave

Publicado em 12 novembro 2012

Pesquisadores do Brasil e da Europa descobriram o mais antigo ninho fóssil de ave registrado na literatura científica, com idade estimada de 18 milhões de anos. O ninho com cinco ovos preservados pertenceu a uma espécie extinta de flamingo e foi encontrado no que um dia foi um raso lago de água salina, hoje soterrado por camadas e mais camadas de sedimentos, na bacia calcária do rio Ebro, norte da Espanha.

"É o primeiro ninho flutuante conhecido e a primeira evidência descrita de uma estrutura feita para abrigar os ovos de uma ave", diz o biólogo Luís Fábio Silveira, curador das coleções ornitológicas do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (MZ-USP), um dos autores de um estudo sobre o material fóssil espanhol publicado em 17 de outubro na revista Plos One.

Ao lado do ninho, foi encontrado um osso da coxa da ave. Devido às suas características, os fósseis reforçam a hipótese de que flamingos e mergulhões, dois grupos de aves bem diferentes, são realmente aparentadas.

Fonte: Fapesp