Notícia

Biotec pra Galera

Pesquisadores desenvolvem "enzima vagalume"

Publicado em 06 junho 2011

Pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) deram um importante passo em busca da luz. No caso, luminosidade do mesmo tipo da emitida por vagalumes. O objetivo é possibilitar, em um futuro próximo, que algumas enzimas de interesse medicinal, biotecnológico e ambiental produzam luz. Elas seriam importantes parceiras no estudo doenças como o câncer ou infecções bacterianas, por exemplo. Os cientistas estudaram o clone de um besouro que não tem a capacidade de emitir luz, mas que possui uma enzima parecida com a existente em vagalumes - e que permite o seu característico "pisca-pisca". Com muita engenharia genética, os cientistas chegaram até uma mutação de um aminoácido que permitiu "ascender a luz" da enzima do besouro apagadão. Dominando a técnica, será possível criar reagentes e marcadores biológicos que ajudariam na pesquisa com células de câncer, entre outras.

Fonte: Agência FAPESP