Notícia

CBN Notícias

Pesquisadores de zika vírus na USP reagem com preocupação às críticas de Alckmin

Publicado em 27 abril 2016

Segundo reportagem da revista Veja, Alckmin teria criticado os critérios de pesquisa acadêmica adotados pela Fapesp e os classificado como 'sem nenhuma utilidade prática para a sociedade', apesar de seus custos.

O governador teria ainda comparado os custos da Fapesp com os do Instituto Butantan, lembrando que ele produz a vacina contra a dengue. 

Para o virologista Paolo Zanotto, que desde ano passado coordena uma força-tarefa de laboratórios que investiga o vírus e a relação com a microcefalia, com apoio da Fapesp, a preocupação é que a manifestação do governador não afete as verbas de pesquisa da entidade.

Já a pesquisadora Margareth Capurro, que há décadas estuda na USP o comportamento do Aedes Aegypt, é difícil estabelecer o que tem ou não utilidade prática nas pesquisas.

O governo do Estado contestou para a revista Veja que Alckmin tenha feito esse tipo de declaração na reunião do secretariado na semana passada, mas a revista reiterou com base nas informações de três secretários presentes à reunião.