Notícia

Clube do Hardware

Pesquisadores da Unesp criam o jogo Sprace Game 2.0 sobre física subatômica

Publicado em 22 dezembro 2014

Pesquisadores do Centro de Pesquisa e Análise de São Paulo (Sprace, em inglês), da Universidade Estadual Paulista (Unesp), desenvolveram o jogo Sprace Game 2.0, que permite crianças e adolescentes comandarem uma nave para capturar partículas subatômicas e utilizá-las para construir prótons, nêutrons e as bases atômicas do universo.

 

Os jogadores devem levar as partículas encontradas ao laboratório para que sejam identificadas e ajudem a calibrar os sensores da nave e aprender a recombinar as partículas para construir prótons e nêutrons. A nave é equipada com dois tipos de disparo: um para prender a partícula e o outro para impulsioná-la. Além disso, o jogador tem que consultar a tabela periódica e memorizar a quantidade de prótons e nêutrons para realizar as missões.

 

O Sprace Game 2.0 tem 17 fases, é controlado pelo mouse do computador e o visual e a mecânica de controle são semelhantes aos jogos 2D recentes.

 

O jogo, desenvolvido com o apoio da FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), é compatível com os sistemas operacionais Windows, Linux ou Mac, exigindo apenas a instalação da versão mais recente da plataforma Java, e pode ser baixado pela internet, através do endereço http://www.sprace.org.br/sprace-game.

 

A primeira versão do Sprace Game foi lançada em 2010 com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e produzida pelas empresas brasileiras Summa Technology+Business e Black Widow Games Brasil.