Notícia

Campina FM 93.1

Pesquisadores brasileiros desenvolvem software capaz de detectar síndrome respiratória pela voz

Publicado em 29 junho 2020

Por Produção Campina FM

Pesquisadores em São Paulo estão tentando desenvolver um software capaz de detectar a síndrome respiratória aguda grave pela voz do paciente. A iniciativa faz parte do Centro de Pesquisa em Engenharia de Inteligência Artificial do Brasil, que conta com o apoio da Fapesp e da USP.

Para a pesquisa, já foram coletadas mais de 7 mil vozes de pessoas saudáveis e 200, de pessoas internadas. Elas estão sendo inseridas para análise em um software de inteligência artificial desenvolvido pelos pesquisadores que irá analisar e descobrir padrões nas vozes de pessoas com dificuldade de respirar. Cabe lembrar que a dificuldade na respiração é um dos sintomas dos pacientes com a versão grave da Covid-19.

Marcelo Finger, coordenador do projeto e professor de Ciências da Computação do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP, falou que, caso a inteligência artificial seja bem-sucedida, aplicativos podem ser desenvolvidos e serão um elemento a mais para o diagnóstico da síndrome respiratória aguda grave.

Além disso, de acordo com Finger, a pesquisa abre um amplo e que de possibilidades para detecção de outras doenças respiratórias com o uso de um diagnóstico menos invasivo do que o exame de sangue, por exemplo.

A pesquisa ainda está coletando vozes de voluntários, quem quiser contribuir com o projeto pode acessar o site clicando AQUI.