Notícia

Portal Exame

Pesquisadores avançam nos estudos sobre cana-de-açúcar

Publicado em 13 novembro 2012

Por Karina Toledo, da Agência FAPESP
São Paulo - Dentro de uma década, a cana-de-açúcar poderá ser uma planta muito diferente. Mais resistente à seca e menos dependente de fertilizantes e defensivos. Com maior teor de fibras e uma parede celular mais fácil de ser rompida para favorecer a obtenção de etanol também do bagaço. Teor de sacarose maior ou menor, de acordo com a necessidade de uso. No que depender dos projetos de melhoramento conduzidos no âmbito do Programa FAPESP de Pesquisa em Bioenergia (BIOEN), em cerca de dez anos a planta terá de mudar seu nome para [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.