Notícia

Jornal Brasil

Pesquisador lança guia prático para redação científica

Publicado em 01 setembro 2015

Com o objetivo de orientar pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento e níveis de formação na produção e publicação de artigos com impacto internacional, foi lançado pela Editora Best Writing o Guia Prático para Redação Científica, do pesquisador Gilson Volpato.

A obra tem como base um workshop de redação científica internacional em que Volpato apresenta uma sequência de 40 passos que conduzem o processo de construção do conhecimento científico até a sua transformação em manuscritos de abrangência global. De acordo com o autor, “o conteúdo do livro se aplica às ciências biológicas, humanas e exatas, desde um TCC até um artigo internacional de alto nível”.

O guia orienta o leitor desde a concepção da pesquisa até o acompanhamento do impacto do artigo na comunidade científica internacional, auxiliando também na estruturação do texto e na sua adequação para publicação. Antes, são fornecidas bases teóricas para o desenvolvimento da pesquisa adequado à realidade da área de conhecimento.

“Essas bases são necessárias para um pensamento científico ordenado e forte o suficiente para incluir o pesquisador, por meio da publicação, no debate com os melhores cientistas de sua especialidade”, explica o autor.

Em seguida são dadas orientações em 12 passos para o planejamento da pesquisa e do texto, passando então à estruturação do artigo. Após tratar do acabamento da redação, o livro aborda a submissão do material aos periódicos e o monitoramento de sua repercussão.

“A leitura do livro dá ao pesquisador a chance de experienciar o clima do workshop, levando-o a reconstruir seu próprio manuscrito e, mais que isso, influindo desde cedo na escolha de uma pesquisa que possua maior chance de se transformar em conhecimento científico de alto nível.”

Há ainda um conjunto de 139 respostas detalhadas a perguntas frequentes que surgem nas principais etapas da redação e da publicação científica em periódicos internacionais.

“A ciência é uma atividade intrinsicamente internacional. Embora cada cientista colete suas bases factuais em determinadas regiões, os discursos criados a partir daí são gerais”, diz o autor..

Dessa forma, o livro contempla a universalização da linguagem do artigo científico para ampliar seu alcance.

“O que interessa à ciência é o corpo de conhecimento que as várias atividades científicas alimentam. Sendo a ciência esse grande empreendimento, a troca de informações entre os cientistas é fundamental. Para a eficiência dessa forma a linguagem teve que ser universalizada.”

Além das orientações de ordem prática, o guia trata de noções básicas da ciência e da comunicação, traçando um panorama dos periódicos científicos internacionais e apresentando os requisitos para a publicação, os tipos de pesquisa, as principais mudanças na redação científica atual e elementos do estilo vigente.

O método adotado propõe, então, o uso das bases teóricas e filosóficas da ciência e a incorporação de elementos de comunicação para elucidar dúvidas surgidas ao longo do processo de construção de um texto científico.

“Se conhecemos bem os preceitos científicos e de comunicação, tudo é mais simples. Mas isso não ocorre. Nossa falha na redação científica decorre exatamente de nossos erros conceituais sobre ciência e sobre o status atual da comunicação científica.”

Nesse contexto, de acordo com o autor, o livro tem o objetivo de melhorar não só a redação científica, mas a qualidade da pesquisa.

“Ao se melhorar a formação científica e comunicacional dos pesquisadores, naturalmente são melhoradas sua redação e suas publicações. Ao tentar redigir um artigo científico pela rotina apresentada pelo livro, o pesquisador estará aprendendo ciência, caminhando para se tornar um cientista, independentemente de ser um aluno de iniciação científica ou um orientador em fase de grandes conquistas”, escreveu.

Guia Prático para Redação Científica

Autor: Gilson Volpato

Lançamento: 2015

Preço: R$ 65

Páginas: 268

Mais informações: www.bestwriting.com.br/Guia-Pratico-para-Redacao-Cientifica.htm

Fonte Agência FAPESP