Notícia

EBC Rádios

Pesquisador de Oxford explica produção da vacina inglesa

Publicado em 21 julho 2020

Tarde Nacional conversou com Pedro Folegatti, médico infectologista e clínico líder no programa de vacinas da covid-19 na Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Na entrevista, ele falou sobre os estudos clínicos na fase 1, feitos em abril, que apresentaram resultados preliminares positivos. 

"A vacina se mostrou capaz de induzir o tipo de resposta imune esperado", afirmou.

Agora na fase 3 serão vacinadas mais pessoas, e terão acompanhamento por um longo período, para observação. Esta é a última fase antes do registro.

O cientista acrescentou que, com bases em estudos preliminares, uma dose é capaz de gerar uma resposta imune adequada, mas duas parecem apresentar um melhor resultado.

Até o momento, não foi observado nenhum efeito colateral grave, de acordo com Pedro.  A vacina de Oxford também apresentou resultados preliminares positivos.