Notícia

Diário do Rio Claro

Pesquisa

Publicado em 09 agosto 2020

Por Nota Rápidas

Um grupo de pesquisadores do Brasil, Itália, Espanha e Dinamarca analisou um total de 884 amostras de fungos do gênero Candida, coletadas em 16 hospitais, e encontrou um número significativo do que chamam de clusters presentes em mais de um hospital. Os clusters são conjuntos de isolados de fungo que apresentam sequências de DNA idênticas. A descoberta pode ser um indicativo da presença de variedades mais virulentas e resistentes a tratamentos. O estudo, publicado na Frontiers in Cellular and Infection Micro biology, teve apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Fungos como as leveduras do gênero Candida fazem parte da biota do intestino humano e não causam nenhum problema quando o organismo está em bom funcionamento. Porém, quando há algum desequilíbrio por conta de doenças crônicas e internação para a realização de diversos procedimentos terapêuticos por tempos prolongados, elas podem entrar na corrente sanguínea e causar infecções graves, potencialmente mortais.