Notícia

Rádio Agência Nacional (EBC)

Pesquisa revela que homens se arriscam mais em ultrapassagens

Publicado em 07 dezembro 2020

Uma pesquisa realizada pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo e financiada pela Fapesp revelou que homens entre 18 a 25 anos tem 42% mais chances de se arriscarem em manobras de ultrapassagem em pista simples, considerada mais perigosa. Esses números corroboram as estatísticas nacionais de acidentes e vítimas fatais em trânsito no país.

A coordenadora do estudo, a professora Ana Paula Larocca, explica que os homens dessa faixa etária costumam ser mais agressivos no trânsito.

A pesquisa foi realizada através de um simulador de direção com 100 participantes de diversas faixas etárias. De acordo com Ana Paula Larocca, os dados podem ajudar na criação de campanhas educativas e de prevenção de acidentes.

Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal, 94% dos motoristas envolvidos anualmente em acidentes de colisão frontal no Brasil são homens. De 2008 a 2018, foram 25 mil mortes, entre homens e mulheres, registrados por colisões frontais, além de 17 mil feridos graves e 25 mil feridos leves.