Notícia

Portal Exame

Pesquisa muda tratamento da esclerose sistêmica

Publicado em 08 fevereiro 2013

Por Karina Toledo, da Agência FAPESP
São Paulo – Para melhor avaliar o risco do transplante de células-tronco hematopoiéticas (TCTH) em pacientes com esclerose sistêmica, uma avaliação cardíaca minuciosa é fundamental, afirmam pesquisadores do Brasil e dos Estados Unidos em artigo publicado na revista The Lancet. Os resultados do estudo devem mudar as diretrizes para o tratamento da doença em todo o mundo. Também conhecida como esclerodermia, essa enfermidade autoimune afeta progressivamente as células do tecido conjuntivo, podendo causar alterações vasculares e [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.