Notícia

APTA - Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios / Governo do Estado de São Paulo

Pesquisa leva debate e plantio de espécies nativas para escola pública em Campinas

Publicado em 19 março 2010

A parte prática do projeto Anhumas na Escola - desenvolvido com o objetivo de melhorar o ensino público a partir do envolvimento de instituições de pesquisa com as comunidades escolar e local - será aplicada nos próximos dias, em Campinas (SP). Neste sábado (20), das 8h30 às 12h, uma audiência reunirá na Escola Estadual "Ana Rita Godinho Pousa" representantes do Instituto Agronômico (IAC-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) - as instituições de pesquisa envolvidas no projeto - com moradores da região, integrantes da escola e representantes da Prefeitura de Campinas.

Durante a audiência, será discutida a proposta de recomposição da mata ciliar próxima à escola, atividade que faz parte do projeto. Já no dia 27 de março, será feito o primeiro plantio de espécies nativas da região da escola, que fica a 5 km do Centro da cidade. As mudas foram doadas pela Associação de Proteção Ambiental Jaguatibaia e a plantação será feita pelo Departamento de Parques e Jardins, da Prefeitura, segundo Roseli Torres, pesquisadora do IAC.

O projeto Anhumas na Escola constitui uma segunda fase do projeto de políticas públicas do ribeirão Anhumas, realizado sob coordenação de Roseli Torres. "O trabalho envolve uma equipe multidisciplinar com a proposta de desenvolver um currículo escolar multidisciplinar a partir das experiências locais e regionais", explica.

Em 2008, o projeto Anhumas na escola foi agraciado, na categoria empresa pública/privada, com o Prêmio RAC-SANASA, que valoriza ações de preservação e conscientização ambiental. O projeto é financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Petrobras.

Assessoria de Imprensa do IAC