Notícia

FM Metropolitana Online

Pesquisa investiga como pessoas sentem passagem do tempo durante a quarentena

Publicado em 22 maio 2020

Pesquisadores da Universidade Federal do ABC (UFABC), do Instituto do Cérebro (InCe) do Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein e a empresa NeurUX desenvolvem pesquisa para saber como as pessoas estão sentindo a passagem do tempo durante a quarentena. Medidas de isolamento social têm sido adotadas em diversos países como parte das ações para conter o avanço do novo coronavírus.

A pesquisa é feita de forma online e pode ser realizada em 15 minutos, pelo site da UFABC , de acordo com informações da Agência Fapesp . Os pesquisadores fazem parte do Timing and Cognition Laboratory, do Centro de Matemática, Computação e Cognição da UFABC.

O InCe é um centro voltado para pesquisa e aplicações terapêuticas em neurociências com foco no estudo do envelhecimento. A equipe é formada por médicos, pesquisadores, especialistas, enfermeiros e biomédicos, que se dedicam a estudos de condições neurológicas, como a doença de Alzheimer, Parkinson, AVC, cefaleias e outras.

A NeurUX é uma empresa que já teve apoio do Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Ela reúne um time de neurocientistas, desenvolvedores e cientistas de dados voltados a desvendar a experiência do consumidor diante de produtos e serviços. O grupo usa princípios de neurociência, psicologia cognitiva e ciência de dados.