Notícia

RegionalPress

Pesquisa inédita em Araçatuba desenvolve nelore musculoso

Publicado em 07 julho 2017

Uma pesquisa inédita em todo o mundo, que vem sendo desenvolvida há mais de 10 anos em Araçatuba, no Noroeste Paulista, produziu recentemente os primeiros exemplares da raça Nelore com dupla musculatura. Parte do projeto foi financiada pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e pela Finep (Financiadora de Estudos e Projetos).

A principal característica do Nelore Myo é o aumento de massa muscular, que representa maior potencial para produção de carne. Para se ter uma ideia, um boi Nelore de 500 quilos, produz de 50 a 55% de carne, ou seja, de 250 a 275 quilos. O objetivo do Nelore Myo é aumentar essa produtividade para pelo menos 60%, o que dá um ganho de aproximadamente 50 quilos de carne a mais por animal abatido.

O primeiro abate técnico dos animais do projeto já foi realizado com ganho adicional médio de três arrobas. Esse incremento representa, com a cotação atual da arroba a R$ 125, um ganho de R$ 365 por boi gordo. “Essa maior produtividade garante um retorno muito significativo para toda a cadeia de gado de corte”, afirma Rodrigo Alonso, coordenador científico do projeto.

De acordo com o geneticista Amilcar Tanuri, um dos idealizadores da pesquisa, o gene da miostatina (por isso o nome Nelore Myo) é o principal responsável por controlar a produção de células musculares nos animais.

Como na raça Nelore o gene da miostatina não interfere no aumento de massa muscular, o projeto utilizou uma raça holandesa conhecida como Belgian Blue, para poder inserir essa característica no Nelore por meio de cruzamentos controlados por testes de DNA.

A próxima etapa do trabalho é a multiplicação dessa genética em parceria com pecuaristas de todo o Brasil e América do Sul. “Já temos milhares de doses de sêmen disponíveis e ainda a possibilidade de utilizar a transferência de embriões para produção de bezerros nas fazendas dos parceiros”, destaca Rodrigo.

Atualmente, os animais estão na Fazenda Santa Cecília, em Araçatuba, à disposição de pecuaristas e técnicos que tenham interesse em conhecer melhor o projeto.