Notícia

Agrosoft

Pesquisa indica viabilidade no uso de água residuária em ambiente agrícola

Publicado em 20 agosto 2012

Por Murilo Pereira

A aluna do Programa de Pós-Graduação em Agricultura e Ambiente (PPGAA) do Centro de Ciências Agrárias (CCA), campus Araras da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Vanessa Ribeiro Urbano, desenvolveu um estudo em que aponta que a aplicação de água residuária tratada em ambientes agrícolas pode ser favorável. Ela apresentou os resultados parciais de seu projeto de mestrado Aplicação de água de reuso e seus efeitos qualitativos no sistema solo-planta no Congresso internacional Annual International Meeting (ASABE 2012), realizado no Texas, Estados Unidos, entre os dias 29 de julho e 1º de agosto de 2012. O trabalho apresentado foi a etapa laboratorial de sua dissertação com o título Influence of Wastewater on the Physical-chemicals Properties of Soil.

A pesquisa da mestranda tem como objetivo identificar as alterações na condutividade hidráulica saturada e monitorar a salinidade e sodicidade em um Latossolo Vermelho Distrófico (tipo de solo mineral) que é irrigado com água residuária tratada, ou seja, esgoto tratado e utilizado em situações que não necessitam de água potável, o que pode reduzir o consumo da mesma.

No desenvolvimento do trabalho, foram simulados cinco ciclos de cultivos de alface em cilindros metálicos contendo amostras indeformadas de solo coletada em casa de vegetação. O delineamento experimental foi montado com dois tratamentos: água potável e água residuária tratada, divididos em cinco blocos com três repetições.

Com isso o experimento apontou que não houve diferença significativa para os parâmetros estudados após a aplicação da água de reuso, que foram: condutividade hidráulica saturada do solo, granulometria, potássio, cálcio, magnésio, fósforo, sódio, pH, turbidez, razão de adsorção de sódio (RAS), condutividade elétrica e porcentagem do sódio trocável (PST). "Os resultados obtidos foram bastante satisfatórios tendo em vista a viabilidade da aplicação da água residuária tratada em ambiente agrícola", diz Vanessa, complementando que o experimento terá continuidade com cultivo de alface em casa de vegetação do campus de Araras da UFSCar.

O trabalho foi desenvolvido no CCA com apoio da Fapesp e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e também contou com o auxílio da aluna do curso de Engenharia Agronômica da UFSCar, Thaís Grandizoli Mendonça, sob orientação do docente Claudinei Fonseca Souza, do Departamento de Recursos Naturais e Proteção Ambiental (DRNPA), co-orientação do docente Reinaldo Gaspar Bastos, do Departamento de Tecnologia Agroindustrial e Sócio Economia Rural (DTAiSER) e colaboração da docente Maria Leonor Ribeiro Casimiro Lopes Assad, do DRNPA.

O orientador do trabalho, Claudinei Fonseca, enalteceu a importância da participação da aluna no Congresso, um dos mais importantes eventos na área agrícola. "É um complemento da formação acadêmica e expande o conhecimento. Além de divulgar sua pesquisa, ela tem a possibilidade de ampliar contato com outras pessoas", conclui.

O congresso internacional ASABE 2012 apresenta um fórum de ampliação da consciência das tendências atuais do setor agrícola. Além disso, promove e reconhece as inovações em design e tecnologia, e proporciona oportunidades de desenvolvimento profissional. Todas as atividades têm foco sobre os impactos econômicos, políticos e sociais enfrentados pela indústria.

FONTE

Universidade Federal de São Carlos

Coordenadoria de Comunicação Social da UFSCar

Murilo Pereira - Jornalista

Telefone: (19) 3543-2580