Notícia

Portal Exame

Pesquisa genética pode levar à criação de superanalgésico

Publicado em 19 julho 2011

Fábio de Castro, da Agência Fapesp André Valentim/INFO Exame São Paulo -- Diversos laboratórios da indústria farmacêutica estão desenvolvendo novas drogas, para diferentes doenças, a partir da técnica de terapia gênica conhecida como oligodeoxinucleotídeo (ODN) antissenso. A promissora técnica, no entanto, pode ser, também, uma importante ferramenta farmacológica para estudar os mecanismos da dor e descobrir novas maneiras de controlá-la. Essa foi a análise feita por Carlos Parada, professor do Instituto de Biologia da [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.