Notícia

A Crítica (MS) online

Pesquisa estuda a influência dos ciclos glaciais na formação da floresta amazônica

Publicado em 15 abril 2011

Como as mudanças climáticas, os desastres naturais e os cataclismos ocorridos em diferentes épocas influenciaram na formação da floresta amazônica?

Esta é a questão que move a pesquisa realizada por três cientistas do Amazonas e de São Paulo estão desenvolvendo com apoio das Fundações de Amparo à Pesquisa dos Estados de São Paulo e Amazonas.

O estudo "Áreas abertas Amazônicas e ciclos climáticos: padrões filogeográficos como indicadores para reconstruções da história paleoambiental" quer entender o que aconteceu com as áreas abertas e florestais da Amazônia durante os ciclos glaciais do passado, bem como suas interferências no meio ambiente e no clima.

O projeto está sendo desenvolvido por Camila Cherem Ribas, do departamento de em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Paulo (USP), Jean Paul Metzger, do Departamento de Ecologia da USP, e Cíntia Cornelius Frische, da Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

"Com essa informação poderemos compreeender melhor como as mudanças climáticas afetam na distribuição de áreas abertas e florestais da Amazônia, isso ajudará a prever acontecimentos tanto presentes quanto futuros decorrentes das modificações do clima", afirmou a doutora Camila Ribas.

Descobertas

A coleta de dados e as análises estão concentradas em dois complexos, de campinas e campinaranas, um na região do rio Araçá e o outro no Parque Nacional do Jaú, localizados na Bacia do Rio Negro.

O trabalho baseou-se em coletas de sangue de aves que ocorrem exclusivamente nessas áreas.

"Agora estão sendo realizadas as análises genéticas, para entender a ecologia e evolução dessas populações", explicou Camila Ribas.

De acordo com a Camila, a discussão sobre a interferência das mudanças climáticas na distribuição de áreas abertas e florestais amazônicas e a possibilidade de prever outras alterações no clima é pertinente ao presente cenário climático.

"Essa questão torna-se ainda mais importante frente às mudanças climáticas que estão acontecendo e são previstas para o futuro próximo, já que entender as consequências dos ciclos glaciais do passado é uma maneira de compreender quais podem ser as implicações dessas mudanças climáticas", salientou.

Perspectiva

Em 2011 Camila Ribas realizará novas coletas no Parque Nacional do Viruá e na Bacia do Rio Madeira, dando continuidade à obtenção de dados em laboratório a partir das amostras obtidas.

Segundo a pesquisadora, o estudo é atrelado a alguns indícios de alteração do clima, como o aumento de temperaturas, o aumento de regiões mais secas e das áreas desérticas, maior intensidade das chuvas e o aquecimento dos oceanos.

Parceria

O Programa FAPEAM/Fapesp apoia pesquisadores interessados, vinculados a Instituições de Ensino Superior ou Pesquisa, públicas ou privadas, nos Estados de São Paulo e Amazonas, a desenvolverem projetos de pesquisa científica e tecnológica cooperativos por meio dos quais podem realizar programas de intercâmbio de pesquisadores e estudantes.

Os projetos de pesquisa deverão criar conhecimento científico, formar competências e alianças estratégicas para o desenvolvimento científico e tecnológico dos Estados de São Paulo e Amazonas.