Notícia

MidiaFlex

Pesquisa conduzida na Embrapa recebe menção honrosa do Prêmio Vale-Capes

Publicado em 31 março 2015

O Prêmio Vale-Capes de Ciência e Sustentabilidade - Edição 2014 foi concedido à mestre Mara Regina Moitinho, natural de Paranhos (MS), por sua dissertação que contribuiu com informações científicas sobre a emissão de dióxido de carbono (CO2), em diferentes manejos envolvendo a cultura da cana-de-açúcar.

Os resultados da pesquisaforneceramorientações informações sobre a relação entre a emissão de gás carbônico e as propriedades do solo no cultivo de cana-de-açúcar. O estudo foi conduzido na área experimental da Embrapa Agropecuária Oeste, em Dourados-MS.

"A principal conclusão da pesquisa foi que os manejos conservacionistas do solo em áreas de cana-de-açúcar com a manutenção dos resíduos sobre sua superfície, sem distúrbio, são estratégicos e mostraram-se eficientes para a redução das emissões de dióxido de carbono do solo para a atmosfera. A cobertura vegetal propiciada pela palhada da cana auxilia na manutenção da umidade e favorece as menores temperaturas na superfície do solo", esclarece Mara.

O prêmio foi concedido pela dissertação intitulada “Emissão de CO2 e sua relação com propriedades, manejo do solo e palha em áreas de cana-de-açúcar”, defendida em 2013.Acesse a pesquisa em: http://base.repositorio.unesp.br/handle/11449/88233. O resultado da premiação foipublicada no Diário Oficial da União (acesse aqui).

O trabalho contou com a orientação do prof. Dr. Newton La Scala Júnior e coorientação do pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, Dr. Milton Parron Padovan. A pesquisa foi desenvolvida para o Programa de Pós-Graduação de Agronomia (Ciência do Solo), da Unesp, de Jaboticabal (SP).

A pesquisa foi realizada no Campo Experimental da Embrapa Agropecuária Oeste e utilizou-se da cana-de-açúcar implantada para o experimento do projeto "Conversão participativa de propriedades para sistemas agroecológicos: Implicações ambientais e viabilidade na agricultura familiar", financiado pela Embrapa. A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) apoiou a pesquisa, concedendo bolsa de estudos à estudante durante o curso de mestrado.

Segundo Mara Moitinho, "a emissão de CO2 do solo em áreas agrícolas é um processo resultante da interação de diferentes fatores, dentre eles as condições de clima e solo. Em adição, as práticas adotadas de manejos do solo e da cultura determinam a intensidade desse processo", explica Mara.

Mara Regina Moitinho cursou graduação em Ciências Biológicas no Centro Universitário da Grande Dourados (Unigran) e foi bolsista de iniciação científica da Embrapa, tendo estagiado na Unidade,durante os dois últimos anos de sua graduação. A ingressar no Programa de Mestrado na Unesp, retomou as atividades de pesquisa na Embrapa Agropecuária Oeste, agregando novas avaliações para a elaboração da dissertação,utilizando-se de experimento com a cultura de cana-de-açúcar já existente, o que proporcionou a otimização de recursos financeiros, físicos, entre outros", conta Padovan.

Para Mara, "o contato com o meio científico que tive, durante o período de quase dois anos de estágio na Embrapa Agropecuária Oeste, foi, sem sombra de dúvida, uma base essencial em minha formação como pesquisadora e acredito que este prêmio, certamente, é um reflexo deste período".

Mara destaca ainda que sua dissertação deu origem a duas publicações: uma internacional e outra nacional. A internacional foi publicada na Revista Soil&TillageResearch, por meio de artigo intitulado “Onthespatialand temporal dependenceof CO2emissiononsoilproperties in sugarcane (Saccharum spp.) production” e a publicação nacional foi publicada na Revista Brasileira de Ciência do Solo, por meio de artigo intitulado “Efeito do preparo do solo e resíduo da colheita de cana-de-açúcar sobre a emissão de CO2".

Doutorado - Atualmente, Mara é bolsista da Fapesp e está no terceiro ano de Doutorado em Agronomia (Ciência do Solo), também na Unesp, em Jaboticabal. A doutoranda está pesquisando sobre a emissão de CO2associada aos atributos químicos, físicos e biológicos do solo com ênfase na quantificação da diversidade genética e funcional de microorganismos, por meio de estudos metagenômico sem solos cultivados com cana-de-açúcar em sistemas de manejo de cana crua, cana queimada e em área de reforma do canavial. Essa pesquisa deve estar concluída até o final de 2016.

Premiação - O Prêmio Vale-Capes de Ciência e Sustentabilidadeé concedido pela Fundação Capes aos autores das melhores teses de doutorado e dissertações de mestrado, defendidas em 2013, divididos em quatro grupos temáticos. O objetivo é premiar teses e dissertações que tragam ideias, soluções e processos inovadores para questões como redução do consumo de água e energia;redução de gases do efeito estufa (GEE);aproveitamento, reaproveitamento e reciclagem de resíduos e/ou rejeitos e tecnologia socioambientalcom ênfase no combate à pobreza.

O que é CO2 - O dióxido de carbono, também conhecido como gás carbônico, é uma substância química formada por dois átomos de oxigênio e um de carbono. Sua fórmula química é CO2.É um gás importante para o reino vegetal, pois é essencial na realização do processo de fotossíntese das plantas (processo pelo qual as plantas transformam a energia solar em energia química).Este gás também é liberado no processo de respiração (na expiração) dos seres humanos, bem como na queima dos combustíveis fósseis (gasolina, diesel, querosene, carvão mineral e vegetal). A grande quantidade de dióxido de carbono na atmosfera é prejudicial ao planeta, pois ocasiona o efeito estufa e contribui com o aquecimento global

(Fonte: suapesquisa).