Notícia

Meio Filtrante online

Paulo Alexandre Barbosa visita a FAPESP

Publicado em 10 junho 2011

Agência FAPESP - A FAPESP recebeu, no dia 8 de junho, a visita do secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, Paulo Alexandre Barbosa.

Barbosa e o presidente do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), João Fernando Gomes de Oliveira, foram recebidos pelo presidente da FAPESP, Celso Lafer, e pelo diretor científico da Fundação, Carlos Henrique de Brito Cruz, para participar de uma reunião, realizada na sede da Fundação, com os membros dos conselhos Superior e Técnico-administrativo da FAPESP.

O encontro teve por objetivo apresentar à Secretaria a contribuição científica e tecnológica dada pela FAPESP ao Estado de São Paulo e ao Brasil, destacando os programas de pesquisa apoiados pela Fundação.

Durante sua exposição, Brito Cruz ressaltou também os esforços de internacionalização da FAPESP. Segundo ele, entre 2005 e 2010 a Fundação conduziu mais de 200 iniciativas em conjunto com instituições de diversos países. Além disso, a FAPESP financiou a vinda de mais de mil cientistas para o Estado de São Paulo na última década.

Brito Cruz também destacou que o número de pesquisadores no Estado ainda é pequeno em comparação a outros países. "O que cria a riqueza é o conhecimento", disse.

Para Barbosa, que assumiu a pasta em 2 de maio, a FAPESP é uma instituição estratégica para as micro, pequenas e grandes empresas paulistas, por conta dos programas de pesquisa que a Fundação dispõe, como o Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) e o Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE).

"Pretendemos, na Secretaria, fomentar as ações em desenvolvimento científico e tecnológico com ainda mais ênfase, ampliando a atuação junto à FAPESP", disse o secretário à Agência FAPESP.

A FAPESP passou a integrar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT) no início de 2011. Com a posse do novo governo, a pasta recebeu novas atribuições, teve sua estrutura renovada e, com a extinção da Secretaria de Ensino Superior, ganhou a atual denominação.

Uma das frentes da atual Secretaria é incentivar ações voltadas ao desenvolvimento do ensino superior no Estado, atendendo às necessidades da população e do mercado de trabalho. A SDECT também tem ações de apoio ao empreendedorismo e recuperação de micro e pequenas empresas.

Mais informações: www.desenvolvimento.sp.gov.br