Notícia

UOL

Paula Trope e Antoní Muntadas discutem arte engajada em seminário

Publicado em 08 dezembro 2006

O seminário "O Social na Arte; entre a ética e a estética", acontece quinta-feira (9), em São Paulo, com participação do artista plástico espanhol Antoní Muntadas, da artista brasileira Paula Trope - com obra na 27ª Bienal de São Paulo - e das professoras Sônia Salzstein (ECA-USP) e Claire Bishop (Universidade de Warwick, Reino Unido).
O seminário, de acordo com Martin Grossman, diretor do Centro Cultural Vergueiro e mediador da mesa, pretende debater as fronteiras entre a arte e a participação social. "Convidamos dois artistas e duas teóricas para que cada um possa levantar questões tanto do terreno da prática, quanto da reflexão crítica, da arte engajada", explica Grossman.
Muntadas apresenta o vídeo "Medo", sobre a tensão na fronteira entre os Estados Unidos e México, e que foi apresentado em 2005 no evento inSITE, em San Diego, EUA. Paula Trope fala sobre sua experiência com o projeto "Morrinhos", Claire Bishop discute as práticas artísticas envolvidas com ação social, e Sônia Salzstein discorre sobre as interpretações das dimensões sociais na arte.
O seminário é organizado pelo Fórum Permanente de Museus, numa parceria entre o Departamento de Artes Plásticas CAP/ECA/USP e o Departamento de Bibiloteconomia CBD/ECA/USP, com apoio da Pró Reitoria de Pós Graduação, FAPESP, AECI - Agência Espanhola de Cooperação Internacional, British Council/SP e CCE - Centro de Computação Eletrônica da USP. O seminário será transmitido pelo site da instituição, com tradução simultânea.

Saiba mais sobre os debatedores do seminário:
Antoní Muntadas é artista plástico, vive e trabalha em Nova Iorque e Barcelona. Pioneiro no uso do vídeo, desde metade dos anos 70 aborda questões como a publicidade, os círculos do poder - tanto ideológico como econômico -, e a crítica cultural. Atualmente é professor no MIT (Massachusetts Institute of Technology - School of Architecture), em Cambridge, Massachussets, EUA.
Paula Trope é artista visual, formada em cinema pela Universidade Federal Fluminense, Mestre em Técnicas e Poéticas em Imagem e Som pela Universidade de São Paulo. É professora de Fotografia e Artes, tendo feito parte do corpo docente da EAV de 1986 a 1996, onde coodenou o Núcleo de Imagem Técnica. Premiada no Panorama da Arte Brasileira 1995, no 5º Programa de Bolsas RIOARTE, 2000 e no Prêmio CNI-SESI Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas, em 2004. É uma das artistas da 27ª Bienal. Veja a biografia da artista no site da 27ª Bienal de São Paulo.
Claire Bishop é Professora Assistente do Departamento de História da Arte da Universidade de Warwick, Reino Unido, autora de "Installation Art: A Critical History" (Londres: Tate, 2005) e "Participation" (Londres: Whitechapel/ MIT Press, 2006), este último uma antologia de textos fundamentais sobre a idéia de participação social na arte, dos anos 50 até hoje. Escreveu artigo na revista "Artforum", "The social turn: collaboration and its discontents", sobre as práticas artísticas coletivas situadas no limiar entre arte e eventos sociais.
Sonia Salzstein Goldberg é historiadora e crítica de arte. Doutora em filosofia pela USP, é professora na Escola de Comunicações e Artes - USP. Faz parte do conselho curador da Fundação Iberê Camargo. É autora dos livros "Volpi", "Franz Weissmann" e "Diálogos com Iberê Camargo".

O social na arte; entre a ética e a estética
QUANDO: 09/11, às 19h30
ONDE: Auditório Lupe Cotrim (ECA-USP, 1º andar do prédio principal . Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues 443, Cidade Universitária, São Paulo-SP)
QUANTO: Grátis