Notícia

BOL

Participar de feiras pede planejamento de gastos e poupança

Publicado em 04 janeiro 2009

Por Diogo Bercito

Durante todo o ano, profissionais de diversas áreas participam de congressos, seminários e simpósios. Procuram, nesses eventos, ampliar a rede de contatos, qualificar-se e conhecer o que há de novo em seus segmentos de trabalho.

A participação, porém, se não é paga pelo empregador, pode custar caro ao profissional. A médica Shari Anne el-Dash, 38, confere anualmente um congresso em Bruxelas, na Bélgica, voltado à sua área de atuação, a terapia intensiva. Só para fazer a inscrição, desembolsa R$ 1.500, sem contar as despesas com avião e hotel.

O investimento, no entanto, "faz toda a diferença em sua carreira", avalia. Tanto que, em um dos anos em que foi ao evento, foi convidada a estagiar por um mês na França. Os gastos coma viagem, contudo, já chegaram a impossibilitar el-Dash de participar do congresso. "Em outras épocas de câmbio alto, não pude ir", relata a médica.

Apoio

Na hora de pedir subsídio à firma empregadora para ir a eventos externos, o profissional deve munir-se de bons argumentos, aponta Glaucia Benvegnú, diretora da Benvegnú Recursos Humanos. "Ele tem de explicar a finalidade da ausência", destaca.

Nesse processo, "é importante ressaltar o reflexo que a participação terá na vida profissional e que benefícios serão trazidos para a empresa no retorno", completa Maria Aparecida Bocchi Castellaro, consultora da S&L Recursos Humanos.

No caso de pesquisadores, agências de fomento podem ser boas fontes de capital. A Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), por exemplo, dá auxílio para a participação em reuniões científicas em que profissionais previamente financiados pela instituição apresentem trabalho inédito.

O prazo para análise do pedido, no entanto, dura aproximadamente 75 dias e requer, portanto, decisão de longo prazo.

Muitas das feiras são anunciadas no início do ano e permitem, assim, planejamento com antecedência. Alguns congressos oferecem descontos para quem comparece a todos os dias da programação uma boa opção, segundo Anselmo Carvalho, diretor da Exposystems, feira voltada a organizadores de eventos.

"Quem participa de todas as palestras percebe que há entre elas um vértice, elas são complementares", opina.