Notícia

Planeta Universitário

Parque tecnológico definitivo

Publicado em 06 janeiro 2011

A Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo assinou o credenciamento definitivo do Parque Tecnológico de São José dos Campos (PqTec SJC) no Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec). O PqTec SJC é o primeiro a receber o credenciamento definitivo no SPTec, cumprindo os requisitos previstos no decreto n° 54.196/2009, que regulamenta o SPTec e define as entidades de apoio e empresas de base tecnológica que poderão se beneficiar dos incentivos estaduais. A missão do PqTec SJC é promover a interação entre instituições de ensino e de pesquisa, empresas, governo e entidades de fomento visando a inovação tecnológica, o desenvolvimento de novas empresas de base tecnológica, a revitalização de economias locais e regionais, a melhoria da competitividade industrial e a geração de novos empregos.O Parque Tecnológico de São José dos Campos abriga, além de empresas de base tecnológica, a Faculdade de Tecnologia, o Centro de Competitividade e Inovação do Cone Leste Paulista (Cecompi), a Embraer, o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

Nos últimos cinco anos, a Secretaria de Desenvolvimento investiu mais de R$ 7,5 milhões em obras e equipamentos para o PqTec SJC. Parte desses recursos estão sendo investidos na construção de um condomínio de empresas, com cerca de 5 mil m² de área útil.

O novo espaço deverá abrigar empresas de base tecnológica, nas áreas de equipamentos eletrônicos, aeronáutica, automação, componentes eletrônicos, energia, saúde, software house, tecnologia de geoinformação e web design. Além disso, foram investidos recursos na implantação da Fatec e do futuro Laboratório de Estruturas Leves do IPT.

Criado pelo governo do Estado de São Paulo para dar apoio e suporte à formação de parques tecnológicos, o SPTec tem como objetivo atrair investimentos e gerar novas empresas intensivas em conhecimento ou de base tecnológica.

No Estado de São Paulo existem hoje 30 iniciativas dessa natureza, sendo 18 já com credenciamento provisório: Araçatuba, Barretos, Botucatu, Campinas (Pólo de Pesquisa e Inovação da Unicamp, CPqD e CTI-TEC), Ilha Solteira, Mackenzie-Tamboré, Piracicaba, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São Carlos (ParqTec e EcoTecnológico), São José do Rio Preto, São Paulo (USP Jaguaré e Zona Leste) e Sorocaba.

Mais informações: www.desenvolvimento.sp.gov.br/cti/parques

Agência FAPESP