Notícia

Folha de S. Paulo

Para Stern, crise climática está mais grave

Publicado em 04 novembro 2008

Por Afra Balazina
O ex-economista-chefe do Reino Unido, sir Nicholas Stern, 62, admitiu ontem que manter como limite máximo de concentração de gases-estufa no ar 550 ppm (partes por milhão), como defendia antes, é arriscado. Segundo ele, o ideal seria manter a concentração abaixo de 500 ppm. Hoje, o nível é de 430 ppm. "Vamos atingir 450 ppm em oito anos", disse ele em evento da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Acima de 500 ppm, o risco de a temperatura subir 5C é alto. Ele disse que o investimento para estabilizar [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.