Notícia

JC e-mail

Para pesquisador, Projeto Genoma Xylella da Fapesp mostra que temos competência cientifica; precisamos é de objetivos claros e financiamento regular

Publicado em 21 fevereiro 2000

Por Fernando J. O. Moreira
Mensagem de Fernando J. O. Moreira, pesquisador do Grupo de Controle e Guiagem, Divisão de Sistemas Espaciais do Instituto de Aeronáutica e Espaço (CTA-IAE-ASE), São José dos Campos, SP (e-mail: fernando@iae.cta.br): "O Projeto Genoma Xylella da Fapesp tem o grande mérito de demonstrar aos dirigentes e legisladores deste país a capacidade da comunidade científica brasileira. Com certeza, resultados idênticos seriam alcançados em outras áreas se um projeto tão estruturado e objetivo como esse fosse lançado como desafio. Este grandioso marco da ciência nacional serviu para responder uma questão básica que circula pela cúpula que planeja o país: 'Sim, nos temos competência cientifica. Basta organizá-la de forma sólida, estabelecer objetivos concretos e dar-lhe o apoio permanente necessário que ela produz ciência. Resta ainda responder a uma outra questão básica: "Será que a indústria, de preferência nacional, saberá fazer uso de tal patrimônio intelectual?" Em minha opinião, falta-nos ainda uma industria com competência de transformar ciência em tecnologia, com a visão dos benefícios de agregar todo o potencial deste projeto aos seus produtos. 'A indústria cítrica cabe quebrar este paradigma, ou este será' mais um projeto a ser colocados nas prateleiras. Se me permitem uma paródia: 'A conclusão do projeto Genoma Xylella é, para seu executores, como o nascimento de um filho. Sem dúvida nenhuma uma grande realização para seus pais. Entretanto, algo mais gratificante é ver este filho crescer e produzir seus próprios frutos.' " JC E-Mail 1485