Notícia

DiárioNET

Para pesquisador, gestão de recursos hídricos é crítica no País

Publicado em 09 outubro 2013

A gestão de recursos hídricos no País é crítica. Faltam recursos humanos e tecnológicos que permitam gerir de forma adequada as bacias hidrográficas. A avaliação é de pesquisadores que participaram do Seminário sobre Recursos Hídricos e Agricultura, organizado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

"O Brasil tem problemas de gestão de recursos hídricos porque não há mecanismos, instrumentos, tecnologias e, acima de tudo, recursos humanos suficientemente treinados e com bagagem interdisciplinar para enfrentar e solucionar os problemas de manejo da água", afirmae José Galizia Tundisi, pesquisador do Instituto Internacional de Ecologia (IIE).

"É preciso gerar métodos, conceitos e mecanismos aplicáveis às condições do País", avalia o pesquisador, que dirige o programa mundial de formação de gestores de recursos hídricos da Rede Global de Academias de Ciências (IAP, na sigla em inglês) - instituição que representa mais de cem academias de ciências no mundo.

De acordo com Tundisi, as bacias hidrográficas foram adotadas como unidades prioritárias de gerenciamento do uso da água pela Política Nacional de Recursos Hídricos. Todas as bacias hidrográficas do país, contudo, carecem de instrumentos que possibilitem uma gestão adequada, apontou o pesquisador.

"É muito difícil encontrar um comitê de bacia hidrográfica que esteja totalmente instrumentalizado em termos de técnicas e de programas para melhorar o desempenho do gerenciamento de uso da água", afirma.