Notícia

Diário de Pernambuco

País decifra genes da cana-de-açúcar

Publicado em 26 novembro 2003

SÃO PAULO - A revista americana Genome Research publicou em seu site artigo assinado pelo professor Paulo Arruda, do Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética da Unicamp, relatando o trabalho executado por 56 pesquisadores paulistas e um grupo da Universidade Federal de Pernambuco. Os cientistas brasileiros revelam que o projeto Genoma Cana já conseguiu identificar 32.620 genes, mais de 90% de todos os que a planta possui. O Genoma Cana obteve financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, que liberou US$ 4 milhões. Outros US$ 400 mil vieram da Cooperativa dos Produtores de Cana, Açúcar e Álcool do Estado de São Paulo. Participaram 22 grupos de pesquisa para chegar ao genoma de uma das plantas de maior valor para a economia brasileira, cultivada desde a época colonial. Dessa forma, a cana passa a ser a quinta planta com maior número de seqüências descritas, após o trigo, milho, cevada e soja. Os pesquisadores querem obter variedades mais produtivas e resistentes à seca ou a solos com poucos nutrientes. O professor da Unicamp Marcelo Menossi diz que se o trabalho possibilitar um aumento na produção, mesmo que seja de 5%, será uma ganho enorme pois o que está em jogo são "milhares de toneladas e milhares de reais a mais".