Notícia

Terra

País adere a rede de informação sobre biodiversidade

Publicado em 01 novembro 2012

O Brasil adere oficialmente à Plataforma Internacional de Informação sobre Biodiversidade, a maior iniciativa multilateral no mundo para tornar acessíveis na internet dados sobre biodiversidade.

"A entrada do Brasil é um passo muito significativo para nós. Defendemos a visão de um mundo em que a informação sobre a biodiversidade esteja livremente e universalmente disponível para a ciência e para a sociedade. Isso requer a participação do maior número possível de países detentores de megadiversidade, como o Brasil", afirma o responsável pela comunicação da organização, Tim Hirsch.

A Plataforma é uma rede composta por 56 países e 46 organizações. Reúne informações sobre espécies vegetais, animais e de microorganismos registrado em herbários, museus, coleções zoológicas de microbianas.

A adesão à rede vai permitir ao Brasil uma série de ganhos, segundo Hirsch. "Com dez anos de experiência na construção de sistemas para gerenciamento de informação sobre a biodiversidade, a Plataforma oferece ferramentas, treinamento e padrões para agilizar a digitalização, mobilização, descobrimento, acesso e uso dos dados", afirma em entrevista à Agência Fapesp.

Na opinião do coordenador do Programa Biota-Fapesp, Carlos Alfredo Joly, o acesso a essas ferramentas é de fundamental importância para a ciência brasileira. "Permitirá, por exemplo, trabalhar com cenários de mudanças climáticas e as consequências disso na distribuição de espécies", explica.

Ele salienta que a adesão à rede traz um novo status e maior visibilidade aos acervos de museus, herbários e coleções brasileiras. "Essas informações passam a estar disponíveis para qualquer pessoa interessada em fazer pesquisa nessa área, não apenas a quem vai visitar as instituições", diz.

Atualmente, há mais de 5 milhões de registros de amostras coletadas ou observadas no Brasil - dos quais 2,3 milhões estão georreferenciados - disponíveis on-line e aptos a serem imediatamente integrados ao banco de dados da organização. Atualmente, a Plataforma concentra mais de 388 milhões de registros, de mais de 10 mil bancos de dados provenientes de 422 instituições.

DiárioNet