Notícia

JorNow

Pacientes com diabetes conseguem ficar sem insulina com pesquisa de terapia celular de Ribeirão Preto

Publicado em 22 agosto 2011

Pesquisadores e colaboradores do Centro de Terapia Celular - CTC e do Instituto Nacional de Pesquisa em Células-Tronco e Terapia Celular - INCTC, ambos sediados no Hemocentro de Ribeirão Preto, sob coordenação do professor e doutor Dimas Covas, trabalham em um estudo sobre terapia celular que utiliza imunossupressão para esclerose múltipla, esclerose sistêmica e diabetes tipo 1 e, ainda, para uma doença hereditária ocular que causa cegueira, a retinose pigmentar. Os resultados de todos os projetos foram positivos, mas os da diabete alcançaram mais destaque. De acordo com especialista, Rodrigo Panepucci, do Hemocentro de Ribeirão Preto, isso aconteceu porque a USP Ribeirão é pioneira na área. Dentre as respostas significativas está a de que seis dos 21 pacientes ficaram independentes de insulina.

Estas e outras pesquisas serão abordadas no "8° Congresso Internacional de Ciências Farmacêuticas", que está acontecendo até o dia 24/08 (quarta-feira), no Centro de Convenções de Ribeirão Preto. "Acreditamos que estes resultados irão melhorar com o novo regime de imunossupressão adotado. Ainda temos outro projeto usando Células-Tronco Mesenquimais, sem imunossupressão química, em diabete do tipo 1 e os resultados foram positivos em 3 dos 5 pacientes", explica Panepucci. O novo regime de imunossupressão utiliza outra droga, a fludarabina, no condicionamento (imunossupressão pré-transplante). Uma tentativa de diminuir a ocorrência da volta ao uso de insulina no pós-transplante.

Uma década de pesquisa

Nos últimos 10 anos, o Hemocentro de Ribeirão Preto, já reconhecido no Brasil como centro de excelência na área de Hemoterapia, começou a ser reconhecido, também, como centro de referencia nacional, na área de pesquisas em células-tronco e terapia celular. Este reconhecimento teve início a cerca de 10 anos atrás, quando o Hemocentro se tornou a Instituição Sede do "Centro de Terapia Celular - CTC", um dos "Centros de Pesquisa Inovação e Difusão" (CEPID), selecionados dentre muitos outros para receber o apoio da FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Sob coordenação do Prof.Dr. Zago, a criação do CTC permitiu a aglutinação de um grupo de pesquisadores que passaram a investigar, de maneira mais focada, as questões ligadas ao estudo e às aplicações terapêuticas das células-tronco. Neste período, trabalhos importantes revelaram características importantes de diferentes tipos de células-tronco de interesse terapêutico.

Serviço

"8° Congresso Internacional de Ciências Farmacêuticas"

Data: de 21 a 24 de agosto

Local: Centro de Convenções de Ribeirão Preto

Horário: das 8 às 18h

SIGA - Assessoria de Comunicação

Eduarda Ruzzene e Jousy Mirelle

Ribeirão Preto - SP

Telefone (16) 3043.1096 / (16) 9204.6113 /(16) 9206.5095