Notícia

Transporta Brasil

Outros potenciais projetos bilaterais foram destacados ao longo da 3ª Conferência Brasil-EUA, no Rio de Janeiro

Publicado em 16 setembro 2013

Por Victor José

Um consórcio com a fabricante de aeronaves Boeing para o desenvolvimento de modelos de negócios e tecnologias em biocombustíveis para aviação foi uma das prováveis parcerias apontadas ao longo da 3ª Conferência de Inovação Brasil-EUA, que foi realizada nos dias 11 e 12/9, no Rio de Janeiro (RJ).

O evento contou com a participação do vice-presidente do centro de Pesquisa e Tecnologia da Boeing no Brasil, Al Bryant, e de dezenas de outros executivos de empresas, universidades e poder público dos dois países. Desde 2011, a Boeing , a fabricante de aviões Embraer e a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) têm um acordo de colaboração em pesquisa e desenvolvimento de biocombustíveis para aviação.

Em março do ano passado, a Boeing, a Airbus e a Embraer assinaram um memorando de entendimento para trabalhar em conjunto nesse mote. O intuito do acordo é estimular uma indústria de produção e distribuição de combustível de aviação bioderivado, sustentável e economicamente viável.