Notícia

Blog Anselmo Santana

Os prós e contras impostos pela realidade do ensino remoto durante a pandemia

Publicado em 26 agosto 2021

Ao longo do último ano foi possível observar como os impactos de uma pandemia mundial podem ser significativos dentro de alguns setores específicos da sociedade.

Apesar de todos os setores, com exceção de alguns casos raros, terem sofrido efeitos drásticos oriundos da pandemia, foi notável a maneira como essa realidade impactou diretamente na Educação e no Comércio.

Atualmente, com o quadro que vivemos, é possível dizer que foram os dois setores mais afetados da sociedade e frente a isso precisaram se adaptar durante este período.

Contudo, o enfoque do presente artigo será colocado sobre a educação, a fim de analisar os efeitos da pandemia neste setor.

É possível observar, por exemplo, o aumento significativo no uso de plataformas digitais de formatação e busca de serviços acadêmicos, como a https://mystudybay.com.br/, que oferece serviços de profissionais freelancers acadêmicos, o Fast Format e o Mettzer que realizam formatações de acordo com as normas da ABNT.

Porém, apesar das facilidades, o ensino remoto traz consigo diversos desafios e barreiras e hoje iremos ver quais os prós e contras desta realidade, segundo alguns especialistas.

Educação e pandemia

Há anos que o mundo digital é extremamente presente na vida de universitários e pesquisadores devido ao uso de softwares de pesquisa, desenvolvimento de seminários e formatação de textos nas normas da ABNT.

Contudo, a pandemia fez com que praticamente todas as atividades desenvolvidas dentro do ambiente escolar ou acadêmico fossem continuadas de forma remota, através do uso de ferramentas digitais.

De acordo com pesquisas realizadas pelo Instituto Unibanco e por economistas do INSPER, a pandemia e as aulas remotas podem representar uma perda de renda futura para alunos da rede pública.

Isso ocorre pois duas áreas essenciais do conhecimento estão defasadas neste atual contexto: a língua portuguesa e a matemática.

Estas pesquisas indicam que no caso de alunos que se engajaram em aulas remotas, o aprendizado de língua portuguesa correspondeu a 38% do que seria aprendido em uma situação de aulas presenciais.

Enquanto que para a matemática, este valor é ainda mais drástico, sendo de apenas 17% do que seria aprendido em uma situação de ensino tradicional.

Todos estes dados estão disponíveis na revista Pesquisa Fapesp, podendo ser acessados através do seguinte endereço: Educação na pandemia : Revista Pesquisa Fapesp.

Ainda, segundo relatórios realizados pelo Banco Mundial, cerca de 1.5 bilhões de estudantes ao redor do mundo tiveram suas aulas comprometidas em cerca de 160 países.

Através da análise destes dados, é possível chegar a um consenso de que a pandemia possui um impacto drástico na educação.

Pontos positivos e negativos da Educação Remota

Dentro da realidade de fechamento de escolas ao redor do mundo, tivemos uma grande migração do formato de aulas para o remoto, de maneira que as aulas e atividades escolares e universitárias passaram a ser integralmente digitais.

No entanto, o modelo de ensino remoto não possui apenas consequências e pontos negativos no aprendizado dos alunos.

Pelo contrário, existem vários relatos de alunos que estão se adaptando a realidade do EaD e atualmente aderem ao modelo remoto de aulas.

Como alguns pontos positivos e negativos deste modelo de ensino, podemos ressaltar alguns, como:

Vantagens Desvantagens

Revisão de conteúdo Acessibilidade

Estudar no próprio ritmo Disponibilidade

Aprendizado de novas habilidades Dificuldades técnicas

Uso de ferramentas multimídia em aula Sobrecarga

O ponto negativo mais criticado em relação ao modelo de ensino remoto é a acessibilidade à Internet e computadores que comportam a apresentação de uma aula.

Logo, é possível verificar que o modelo de ensino remoto adotado durante a pandemia acaba sendo excludente e segrega uma parcela significativa da população que se situa em uma classe econômica mais vulnerável.

No entanto, para a continuidade das atividades durante este período, o ensino remoto foi a alternativa mais palpável durante este período.

Conclusão

A cada dia que passa nos aproximamos mais do final da pandemia e em breve o ensino remoto não será mais uma necessidade das escolas para execução de suas atividades.

Contudo, é possível ver que o ensino remoto representa novas possibilidades e também alternativas em momentos onde a educação presencial se encontra impossibilitada.