Notícia

Gazeta de S. Paulo online

Os pinguins, os golfinhos

Publicado em 27 março 2018

Os pinguins, os golfinhos.

Estudo conduzido no Instituto Oceanográfico da USP com Bolsa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (Fapesp) identificou traços de metais pesados, como cádmio, cobre e zinco, até em invertebrados, peixes e aves habitantes das ilhas Kerguelen, pertencentes às Terras Austrais e Antárticas Francesas, um dos locais mais isolados do Planeta.

As baleias, os leões-marinhos.

Kerguelen reúne 300 ilhas e ilhotas no sul do Oceano Índico, a meio caminho entre África e Austrália, quatro mil quilômetros ao sul da Índia e dois mil quilômetros ao norte da Antártica. As águas são ricas em alimento para pinguins-reais, elefantes-marinhos, leões-marinhos, albatrozes, baleias e golfinhos. Águas à primeira vista isentas de qualquer poluição humana.

E o fim do mundo!

O arquipélago, de origem vulcânica, é coberto por geleiras, rochas e lava solidificada há muito despejada por um vulcão dormente. A vegetação é açoitada por um vento frio constante. No local há uma estação de pesquisas que abriga 120 pessoas no verão e menos da metade no inverno.